domingo, 28 de agosto de 2016

POEMA O VINHO DO AMOR

Resultado de imagem para imagens para vinho do amor

O VINHO DO AMOR

Brindemos com fé e ardor,
Brindemos com champanhe rosé verde,
O vinho do amor!
Para recordar mais tarde
Em festa de feliz humor
Saboreando entre um acorde,
Usufruindo a paz de primor
Em vivência de lorde
O vinho do amor
Celebração recorde
Tranquilidade maior
A felicidade que não se perde
O vinho do amor,
Aira de extenso fiorde

Daniel Costa


terça-feira, 23 de agosto de 2016

POEMA ANJO DA CULTURA E DA PAZ

<br/><a href="http://oi66.tinypic.com/2qjzuhi.jpg" target="_blank">View Raw Image</a>

ANJO DA CULTURA, DA PAZ

Empunhemos um cartaz,
Ilustrado com o anjo da cultura
Anjo da cultura, da paz
Que os deuses lhe aponham desenvoltura
Que seja por toda a terra pertinaz,
Como angélica floricultura
Jardim de alvura que satisfaz
Jamais guerras:
- Que as substituam literatura!
Anjo da cultura, da paz
A invoquemos em escultura,
A invoquemos assaz
Alicerce de arquitectura
Risonha, de sensatez tenaz
Melodiosa partitura
Anjo da Cultura da paz


Daniel Costa

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

POEMA AJUDEMOS A SALVAR A HUMANIDADE

 

AJUDEMOS A SALVAR A HUMANIDADE

Usemos de inteligente suavidade
Formemos batalhões de salvadores
Salvemos a humanidade
Se para tudo temos gestores!
Sejamos gestores de boa vontade
Que em tudo haja amores de valores
Fazendo circulatória a afabilidade
Demonstremos ser da paz cultivadores
 Demonstrando sem ambiguidade!
Humildade de profetas pensadores
Olhemos o semelhante com fraternidade
Expurgando preconceitos étnicos aterradores
Pregando paz e a total igualdade
Que todo o humano tenha direitos pacificadores
De contumaz honorabilidade
Nas veias não corre sangue, pigmentado, de primores:
- A natureza não criou desumanidade
Quem se atreve a criar desarrumadores?
Sendo xenófobos, de, e… Por maldade!
Sejamos da paz mentores,
Ajudemos a salvar a humanidade!...

Daniel Costa



sábado, 13 de agosto de 2016

POEMA ELEVA-TE E ELEVARÁS A SOCIEDADE


ELEVA-TE E ELEVARÁS A SOCIEDADE

Sempre com humana humildade
Essa luz enfática e prática
Eleva-te e elevarás a sociedade
Numa elevação mística
Pugnemos por voluntária seriedade
Por prática dogmática
Humildade também cria atractividade
Humildade na dialéctica
Eleva-te e elevarás a sociedade
Devemos ajudar a torna-la estética
Com rosto de atenta docilidade
A nunca perder a escolástica
Alma de sagacidade e capacidade
Em jeito de mental ginástica
Eleva-te e elevarás a sociedade
Nos becos da florescente dinâmica
Nos cruzamentos da criatividade
Nas ruas da óptica da justiça
Nas estradas da cristalinidade
Da permanente luz prática
Eleva-te e elevarás a sociedade

Daniel Costa


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

POEMA PAIXÃO INFINITA


PAIXÃO INFINITA

Conversa de amor é bonita
Amar é como escutar uma canção
Pode ser paixão infinita
Amor correspondido é feliz bênção
É sentir de ternura, a dita
É o amor em conjugação
É sentir paixão infinita
É amor, é carinho, de estimação
É romantismo de felicidade emérita
É paixão de eterna sedução
Paixão infinita
Fio condutor de afirmação
Amor que se compraz e ajeita
Carinho de estimação
Paixão infinita
Pureza de afeição
Carinho perfeito de súbdita
Súbditos do coração
Paixão infinita

Daniel Costa


terça-feira, 2 de agosto de 2016

POEMA ESTRELA QUE ME GUIA


ESTRELA QUE ME GUIA

Sonho de fidalguia
Amor rebelde de loucura
Estrela que me guia
Visão de ternura
Sonho suave de relíquia
Imaginação de alvura
Fascinação de aleluia
Visão de anjo de candura
Viver que se adoraria
Miraculosa cura
Estrela que me guia
Imergente de armadura
Salto de alta fasquia
Eterno – Cingir de cintura
Antiguidade de Antioquia
Rebeldia de escultura
Estrela que me guia
Amor de sonho de pintura
Estrela que me guia

Daniel Costa