terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

POEMA SANTO ENTRUDO

Foto de Daniel Costa.

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

SANTO ENTRUDO

Hotelão amorudo
Dia da Carnaval
Santo entrudo
Adolescência no Toxofal
Trabalho linguarudo
Baile de festival
Pinto calçudo
Louvor oriental
Trotinete de estudo
Eficaz sem rival
Rodopio lãzudo
Namorico convival
Palhaço narigudo
Festival medieval
Fingindo de gadelhudo
Rapinado larval
Bailarico de estudo
Bufete adjectival
Cavalheiro barbudo
Damas de enxoval
Santo entrudo
Cortejo final
 Enterrando o bacalhau,
Acabando o carnaval,
Destroçando em vendaval!...


Daniel Costa






sábado, 25 de fevereiro de 2017

POEMA O ZÉ, O PODER E A FINANÇA

Dope,demure,and classy, this floral crop top and high waist-shorts are the kind of stable that you can wear through season in and out. Click on the picture to see more:

O ZÉ, O PODER E A FINANÇA

O Zé, o poder e a finança,
Do trio, o Zé é a ordenança
O poder nasceu para as elites,
De braço dado com a finança
A dois produzem satélites
Se algo falha, entra o Zé na dança,
Porá sempre os rebites,
Terá sempre de prover a abastança
Tem e terá de seguir os tramites,
Emanados do poder… estipula a finança,
Nela se guardam as pirites,
Que os poderes… que o poder alcança!
Na voragem dos trâmites,
Na magia da alternância…da balança
As elites do poder acautelaram zénites,
Da finança fica a superior abastança
De quem paga jamais, desejam ter palpites,
Escudam-se nos meandros da bonança,
Sem precisar de moderar apetites,
Ainda que falida, fica sempre a santa aliança,
As bancarrotas são pelouros do Zé, como dinamites!
Que será o salvador, segurando a faiança,
O Zé assegurará sempre os poderes nos limites,
Quando a finança perde a pujança!
O poder dá pró Zé apenas esquifes!...
O Zé, o poder e a finança
.

Daniel Costa





terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

POEMA PARAPSICOLOGIA

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

PARAPSICOLOGIA

Parapsicologia
Clarividência
Escatologia
Pura vidência
Dicotomia
Transumância
Terminologia
Exuberância
Sintomatologia
Reticência
Histologia
Apetência
Cronologia
Latência
Refulgiria
Flor hortência
Mitologia
Abundância
Positivismo
Parapsicologia

Daniel Costa


sábado, 18 de fevereiro de 2017

POEMA FLOR DE ESCRUTÍNIO




Foto de Daniel Cordeiro Costa.

   FLOR DE ESCRUTÍNIO
Rimas de fascínio, 
Amor avassalador
Flor de escrutínio
Verdadeiro amor
Evidência de raciocínio
Vidência de cinzelador
Duplo e singular domínio
Nascente de ardor
Fortificação de génio
Amor cintilador
Ela é a bela flor
O poeta contempla,
Ilustre ilustrador,
Deveras inspirado,
Revelando-se moderador
Eternamente enamorado,
Feliz contemplador
Rimas de fascínio
Amor avassalador
Flor de escrutínio

Daniel Costa

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

POEMA A AVÓ JESUÍNA ENVIUVOU

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa.



A AVÓ JESUÍNA ENVIUVOU

A avó Jesuína enviuvou
A seguir, ao preto do luto,
Com Zé da Avó casou
Mulher de ar resoluto!...
Dele, três filhas adoptou
Marta, Maria e Sara
Mais, dois homens louvou
Do amor da linhagem foi arauto
O pai delas, Zé da Avó, cativou,
Ainda, quando fez de substituto,
Quando Zé da Avó endoidou,
Ao pescador prestou tributo,
Aquando dele a enviuvar voltou,
Sempre com semblante resoluto,
Marta, Maria e Sara,
O trio de irmãs, o que significou?
Teve origem, na mística do absoluto?
Os evangelhos relevou?
Da mística fez estatuto?
Marta, Maria e Sara,
Consciente, Zé da Avó, meditou?
Nomes de três mulheres,
Que Jesus amou

Daniel Costa

   

sábado, 11 de fevereiro de 2017

POEMA FASCINAÇÃO NA BARROQUEIRA

Resultado de imagem para imagens de barroquera

FASCINAÇÃO NA BARROQUEIRA

Livre de guizeira,
Artista naif, sazonal,
Fascinação na barroqueira
Criança concepcional
Caminhado em fileira,
Paragem na diagonal,
Do caminho perto da soleira,
Do amplo quintal,
No centro da rodeira,
Desfilando em arraial,
Arte sem barreira
O burro carregado, funcional,
Escultura de barro,
Terra excepcional,
Moldada pelos dedos,
De pequeno, emocional,
Passando por imagens de Santos,
Que os pequenos dedos esculpiam,
Que na cabeça multidimensional,
A fascinação bulia,
Fascinação na barroqueira,
Sazonal vocacional,
Poesia de leira.

Daniel Costa



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

POEMA QUANDO O SENTIDO É A VIDA, A VIDA TEM SENTIDO

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

QUANDO O SENTIDO É A VIDA,
A VIDA TEM SENTIDO

A vida é estruturante,
Estrutura sentida,
Eternamente socializante
Intransigente, indefinida,
Actuante, fracturante
Astrologia fingida
Vendaval galopante
Vozes a clamar guarida
Carrossel vivificante,
Vida sonhada
O sentido da vida,
Vida sagaz atrevida
Vida sentida

Daniel Costa



terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

POEMA VIDA DE FESTIVAL

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

VIDA DE FESTIVAL

 Sonho sideral
Sonho da vida,
Vida de festival
Viajar nela feliz,
Como em arraial
Espalhar exemplos
Ser vertical
Deixar-se apaixonar,
Por outro ser real,
Tempera de beleza,
Beleza virtual
Realeza e subtileza,
Mundo celestial,
Arcanjos acenando
Anjos em coral
Amores se olhando.
Beleza estival
Mares se espraiando,
Espraiando na marginal
Sonho sideral
Vida de Festival

Daniel Costa




sábado, 4 de fevereiro de 2017

POEMA FLOR OUTONAL

 Foto de Daniel Cordeiro Costa.

FLOR  OUTONAL

Mulher sensual
Feminina tropical
Flor Outonal
Cultura angelical
Clareza basilical
Chama de castiçal
Mulher sensual
Feminina tropical
Atracção dominical
Visão celestial
Flor Outonal
Candura musical
Verdade pontifical
Pose natural
Mulher sensual
Feminina tropical
Flor Outonal
Atracção de arraial
Dedicação sacrificial
Amor musical
Mulher sensual
Feminina tropical
Flor Outonal

Daniel Costa