DANIEL MILAGRE

A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 15 de julho de 2020

POEMA AMOR EM ALFAMA



AMOR EM ALFAMA

Alfama não é só fado
 Também passou a moirama
Damas em procura de amor
O fado a ser ouvido com fervor,
Guitarras com trinados, 
Como gemidos doridos de langor
Fado parecendo tristonho,
Escutado como quem vive um sonho,
Um sonho, um alimento bendito,
Como promessas aos deuses
Intercontinentais, daquelas a ficar,
A ficar eternamente nos anais,
Ai Alfama onde ainda paira;
Ainda paira o espirito da moirama,
Eternamente pairará o amor em Alfama,
Amor e fado em Alfama.

Daniel Costa

segunda-feira, 8 de junho de 2020

POEMA AMAR SEMPRE É SEGREDO


A imagem pode conter: 1 pessoa, closeup

AMAR SEMPRE É SEGREDO

Amar sempre é segredo
Amar é viver feliz e seguro,
Caminhar feliz sem medo
  Vivendo em ancoradoiro
 Amar como se ama brinquedo,
Consequentemente puro,
Vivendo para sempre ledo
Amar é viver feliz e seguro,
Amar sempre é segredo
 Amor, é como sentir um tesouro,
É sentir-se forte como rochedo,
Ama-se sem desdouro,
Sentindo ter-se amor de quilate
Ama-se seguro, como anjo de fé.
Amar sempre é segredo.

 Daniel Costa

quarta-feira, 6 de maio de 2020

POEMA MARISOL FONTES


 A imagem pode conter: 1 pessoa, closeup

MARISOL FONTES

Marisol Fontes
Signo Escorpião
Beldade nos horizontes
Sempre como bastião
Em planícies e nos montes
Rosto bonito, pinta de religião
Semblante cativante
Mares espraiando cativantes
Marisol Fontes
Signo Escorpião
Beleza (s) portuguesa (s) radiante (s),
De grande dimensão
Vivendo em Belo(s) Horizonte(s)
Minas Gerais de minério bastião,
Conquista de Bandeirantes
Acariciante extracto do povão
Tornaram minérios abundantes
 Como soldados de uma legião
Ali é onde vive e estudou Marisol Fontes
Sentinela portuguesa
No seu mui nobre salão
Marisol Fontes
Bonita alma de Portugal - o seu guião;
O Vermelho da Luz é o seu Bandeirante (s)
O Nascimento em Lisboa é o seu brasão.

Daniel Costa