A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

sábado, 9 de dezembro de 2017

POEMA VIVI E VIVEREI SEMPRE COM INTENSIDADE

s30 Gorgeous Boho Style Dress To Try Now. As featured on Pasaboho. ❤️:: boho fashion :: gypsy style :: hippie chic :: boho chic :: outfit ideas :: boho clothing :: free spirit :: fashion trend :: embroidered :: flowers :: floral :: lace :: summer :: fabulous :: love :: street style :: fashion style :: boho style :: bohemian :: modern vintage :: ethnic tribal :: boho bags :: embroidery dress :: skirt :: cardigans :: jacket :: sweater :: tops

VIVI E VIVEREI SEMPRE COM INTENSIDADE

Vivi e viverei sempre com intensidade
Foi e será sempre o meu modo de viver
Sempre a viver, a laborar com emotividade
 Ser intenso, é estar na vida com prazer
Esta podia ser a promessa com racionalidade
Para vida louvar ou apenas bendizer
A bem da vida de superação e verdade
É assim que; sempre soube amar e viver
Vivi e viverei sempre com intensidade

Daniel Costa



segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

POEMA DE EMOÇÃO EM EMOÇÃO

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

DE EMOÇÃO EM EMOÇÃO

De emoção em emoção
Vida de cânticos ao deus autor
Sempre a esperança e a comoção
A fé no Deus dito Senhor
De me emocionar continuei com condão
Dezassete anos, aos deuses louvor
Dezassete anos, da segunda encarnação
Da primeira ficou ardor
De emoção em emoção
Ao médico decreto, sobrevivi sedutor!...
Da emoção da primeira ficou… Coloração
Já depois de dezassete, houve algo erector
Da sequela AVC, salutar verificação
De trinta dias no limbo, com mão de operador
Remexendo o cerebelo, vector da locomoção
Mais arritmia… Oh Doutor!...
De emoção em emoção…
Ultrapassei a irmã morte sem temor
Para ela sorri, sem lhe manifestar atenção
Tal como um adestrado actor
De emoção em emoção…

Daniel Costa

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

O último parágrafo de um relatório médico do ano 2000,  que a mim diz respeito
D. C. 




sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

POEMA O ESPIRITUAL E O PROFANO

Mercedes-Benz Fashion Week Swim's Celebrates 10 Years

O ESPIRITUAL E O PROFANO

O espiritual e o profano
Sempre ritos houve e haverá
Constatação sem engano
Como a raiz da oliveira
Assim como o bosquímano
O espiritual se manterá
Espreitará sempre o decano
O espiritual com o profano conviverá
O espiritual e profano
Nos ritos, na festa se revelará
Juntos, da sociedade; do ébano
O profano nas noites adentrará
Esquiços de melómano
Bendizendo as danças que integrará
O espiritual se apresentará humano
Com o profano alinhará
O espiritual e o profano

Daniel Costa



segunda-feira, 27 de novembro de 2017

POEMA ÀS PORTAS DA ETERNIDADE

vestido de pinto boho 35

ÀS PORTAS DA ETERNIDADE

Às portas da eternidade
Com o amor a glorificar
Vivendo na imensidão com afinidade
Com palpitações de amor, se pode dignificar
Ainda que, alcançando a sénior idade
Nas nuvens se pode balançar
Com fervor e emotividade
Paz e doçura; rotas a alcançar
Às portas da eternidade
Caminhos que havemos de adamascar
Estendendo o braço à dignidade
Perfeito amor a contrabalançar
Amando com esmero e intensidade
Para a eternidade se deixar vislumbrar
Num pórtico de espiritualidade
Características a santificar
Às portas da eternidade
Com o amor a glorificar

Daniel Costa

domingo, 26 de novembro de 2017

O INÉDITO SEMPRE SERÁ NOTICIA

Foto de Literartura.

O INÉDITO SEMPRE SERÁ NOTICIA
Milhares de escritores, em Portugal, editam livros, mas de poesia histórica, só fica a haver o livro: SENHORA DO MAR, de Daniel Costa, jornaleiro (de jorna), jornalista, escritor…
Preço capa: Portugal: 11.00 €uros
                           Brasil:  44 Reais
Pedidos: box do facebook, dan.costa@zonmail.pt, ou 135 932795115.
Peça, aguarde receber o livro, abra e logo a seguir à capa encontrará nota de como pagar.
 O livro SENHORA DO MAR, será distribuído no Brasil, por Editora Chiado de São Paulo.





domingo, 19 de novembro de 2017

POEMA ANJO DA PAZ E DA ALEGRIA

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

ANJO DA PAZ E DA ALEGRIA

Anjo da paz e da alegria
Luz de registo espiritual
Virtude, sonho de cristalaria
Base romântica intelectual
Adorada sobremesa de artéria
Sensitiva e sentida espacial
 No reino do amor e da glória
No etéreo sobrenatural
Anjo da paz e da alegria
Eu e tu, unidade, elo triunfal
Voguemos sempre rumo à vitória
Procuremos eternamente, a pradaria
Que a felicidade seja hino eterno consensual
Glorifiquemos a harmonia
Essa fraterna paz, terno ritual
Anjo da paz e da alegria
Luz de registo espiritual

Daniel Costa


terça-feira, 14 de novembro de 2017

LIVRO SENHORA DO MAR

Foto de Literartura.
LIVRO SENHORA DO MAR

O preço de capa do meu livro SENHORA DO MAR é de 11.00 €uros para Portugal e 44 Reais para o Brasil.
Antecipe, lendo abaixo o que está escrito na contra do liivro.

CONTRACAPA SENHORA DO MAR
Neste livro poético - lusófono, cada poema tenta adentrar em realidades; de Portugal e Angola presenciais, em alguns casos vividas. Do Brasil alguns Mares posteriormente, localmente, não sugeriram alterações. Regra geral, sendo poemas românticos, cada tem num ou mais versos SENHORA DO MAR. Colectânea de poesia temática portanto.
Paradigmáticos são os poemas MAR DA SERRA DEL’REI e MAR DA SENHORA DA PENHA,  (João Pessoa - Brasil) aquele sendo poema de abertura. Serra de El’Rei vila e freguesia do concelho, cidade de Peniche, Leiria, Portugal, este mais no meio do volume. SENHORA DA PENHA, cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil, um santuário que o navegador português, Sílvio Sequeira deu início no século XVII, mandando erigir ali o primeiro templo.
Do autor
Pedidos: dan.costa@zonmail.pt
Ou telefone 9327695115
Envie morada para receber o livro com a indicação de como enviar o pagamento.
Daniel Costa

terça-feira, 7 de novembro de 2017

POEMA OLHEM A GRANDE NOTÍCIA


OLHEM A GRANDE NOTÍCIA

Olhem a grande notícia
Olhem o pregão de Lisboa cidade
Ontem a vendedeira delícia
Hoje a Web summit na sua astralidade
A importância da anuência
Da mais moderna aromaticidade
Olhem a grande notícia
Século XXI e a Lisboa de capacidade
De abertura ao mundo, tal como, teve a argúcia
No século XVI de iniciar a globalidade
A que aparece hoje a lhe conferir o mundo da ciência
Vera e bem noticiada dignidade
Olhem a grande notícia
De novo Lisboa reúne o mundo sem vaidade
Agora mais o Novo Mundo das caravelas; polivalência
Essa nova globalidade
A prever novo mundo do império da ciência
A nova e espontânea cumplicidade
Olhem a grande notícia
A Web summit, de Lisboa 2017, palco da mundial identidade
Venham ver a Lisboa da nova diplomacia

Daniel Costa

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

POEMA O PODER MEDITATIVO

Cctaylor456

O PODER MEDITATIVO

O poder meditativo
O poder da mente
Pensamento positivo
Digamos; autenticamente
Não ao negativo
Antes devidamente
Consequente proactivo
Vivo e espontaneamente
O poder meditativo
A vida é projecto consequente
Devendo ser afirmativo
Com actuação coerente
 De carácter construtivo
Construtivo e permanente
Alegre e criativo
Merecidamente, fulgente
O poder meditativo

Daniel Costa



sexta-feira, 13 de outubro de 2017

POEMA O GRANDE PONTO

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa.

O GRANDE PONTO

O grande ponto
Rocha de Oliveira
De bigode em contraponto
Entrava se sorriso, à maneira
Zincogravuras o argumento
Da sua encomenda sorrateira
O grande ponto
Dormia ali a sesta à maneira
Não acordava tonto,
Mas de forma fagueira
Solta sempre questão de pronto
Quem sabe tudo, ó figueira?
O grande ponto
Sempre na dianteira
Há apenas um advento
Sabemos nós todos, aqui na baleeira
Neste mundo, neste aposento
A meta verdadeira
O grande ponto

Daniel Costa

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

POEMA BRUMAS DA MEMÓRIA

tonalizante em luzes - Pesquisa Google

BRUMAS DA MEMÓRIA

Brumas da memória
Realizações presentes
Permanente história
Troféus reluzentes
Mediática alegoria
Ilustrando ambientes
Ilustração de magia
Memórias ardentes
Brumas da memória
Desejos cadentes
Recusa de glória
Acenos pertinentes
Procurando sabedoria
Sabedorias relevantes
Encantadora teoria
Transmissões clarividentes
Brumas da memória

Daniel Costa