quarta-feira, 22 de março de 2017

POEMA FUSÃO DE SENTIRES




Foto de Daniel Cordeiro Costa.
                             FUSÃO DE SENTIRES                            
Fusão de sentires
Elixires de maresia
Toada de bolero 
Poses de cinestesia
Outonos de amores
Desfile de cortesia
União de saberes
Verdadeira poesia
Fusão de sentires
Sentido de telecinesia
Desejo de deuses 
Mar raso sem falésia
Sentimento de valores
Almofariz de fantasia
Figurando sabores
Paladares de malvasia
Fusão de sentires
Recorrência de fotogenia
Trago de pudores
Fusão de sentires,
De amores!...

Daniel Costa

segunda-feira, 20 de março de 2017

POEMA AMOR VIAJANTE

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

AMOR VIAJANTE

Activo e cintilante
Sonho de prata
Amor viajante,
Terno em serenata
Eterno, palpitante
Viajando remata
Assaz acutilante
Configurando acrobata
Amor vivificante
Hodierno diplomata
Pujante, aglutinante
Outono de cantata
Amor viajante
Usando gravata
Pose de Almirante
Singular bravata
Vetusto e elegante
Rumo de regata
Brilho de diamante
Amor em cascata
Amor viajante


Daniel Costa

sexta-feira, 17 de março de 2017

POEMA O PRAZER DE AMAR A VIDA

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

O PRAZER DE AMAR A VIDA

Escalando a subida,
Para a vida prazenteiro,
O prazer de amar a vida,
Doar-se por inteiro,
Olhá-la sempre como dádiva,
Como bonito reposteiro,
Como a eterna pretendida,
Como bom companheiro,
Parceiro de gosto sem medida,
Como bom garimpeiro,
Na via para galáxia construída
Saibamos atapetar a vida como jardineiro,
Burilar de flores em contrapartida,
Como joalheiro mensageiro,
Como flor de margarida,
Com afagos de seareiro,
Sentindo sempre a vida comprazida,
Traçando em risco verdadeiro,
O prazer de amar a vida

Daniel Costa