quinta-feira, 29 de março de 2012

POEMA PROMESSA DE AMOR



PROMESSA DE AMOR



Promessa de amor
Pode sentir-se com emoção
Como um penhor
Quantas vezes ilusão?
Depois de passado o fervor
Restará o desamor de um furação
Promessa de amor
Na rota, na senda da união
Será como um louvor
A ser tratada com meticulosa atenção
A vida assim tem mais calor
Corações a saber amar na perfeição
Suavidade e pundonor
Dois corações configurarão
Promessa de amor
Que firme manterão
Num perfeito louvor
Numa bonita convicção
A fazer desabrochar a flor
O florir duma vasta união
Promessa de amor
Formosura de eleição
Promessa de amor
A que Deus dará sua bênção

Daniel Costa

segunda-feira, 26 de março de 2012

POEMA ANJO BIZARRO


ANJO BIZARRO

Nosso sorriso jamais será amargo
Se tivermos a permanente companhia
Do nosso anjo bizarro
A vida deverá ser vivida com bizarria
Devemos sonhar o amor
O grande amor de antologia
Anjo Bizarro
Que nos segredará da sua academia
Ao nosso redor entoará a celestial canção
A que sempre esperamos seja melodia
Seja cantada em oração
A que imaginámos, sem ironia
A que alimenta o coração
Anjo Bizarro
Com toda a plâeides de anjos
Com fervor sem embargo
Acena com as asas a todos os arcanjos
Toca a trompeta, num sorriso largo
De alento e paixão
Da prancheta do teu quadrado ora e implora
Que uma chegada de amor jamais seja ilusão
Que o mundo se adore
Em perfeita comunhão
Anjo bizarro
Anjo de fascinação

Daniel Costa

quarta-feira, 21 de março de 2012

POEMA DIA MUNDIAL DA POESIA



DIA MUNDIAL DA POESIA



Estamos no Dia Mundial da Poesia
Então como poeta o que faço?
O que faço neste dia?
Estamos a vinte e um de Março
É Dia Mundial da Poesia
Então… que faço?
Homenagear os poetas, com muita porfia
Num florido regaço
Dia Mundial da Poesia
Mais visível no País irmão, noutro espaço
A poesia é mais exaltada no seu Dia
Desejo também enaltecer a poesia deste pedaço
Do hemisfério norte, rectângulo de sol e melodia
Desejo todos os poetas unidos num abraço
Tentando ser bom guia
Atrair ao meu espaço
Dia Mundial da Poesia
Amando a poesia, meditando nos poetas me desfaço
Tudo que passa na sua filmografia
Para os poetas bloguistas de ambos os países o meu abraço
Dia Mundial da Poesia
Grandioso e grandiloquente, espaço
Como brasileirão confesso, medito no que ser devia
Portugal meu berço, de amor de que, sou nato
Como Pais irmão, adoro o Brasil onde passo de vigia
Aos poetas blogueiros, na fala do Brasil é um facto
Amigos amo-vos, mesmo que sejamos muitos, ver todos gostaria
Amar todos os seres, não esperem de mim outro impacto
Dia Mundial da Poesia
Não cito, não o faço, antes um grande e extensivo abraço
No Dia Mundial da Poesia

Daniel Costa


segunda-feira, 19 de março de 2012

POEMA QUANDO O AMOR ACONTECE


QUANDO O AMOR ACONTECE



Quando o amor acontece
Foi um anjo que nos acenou
Foi Deus que o enviou e a vida floresce
É o cupido que com a sua seta atirou
Esse o anjo que a vida enobrece
O anjo junto ficou, o amor comandou
Quando o amor acontece
Se ama como nunca se amou
O enobrecimento da alma é benesse
O mundo circundante emudecido ficou
A garridice se desvanece
A amar sempre, se prontificou
Quando o amor acontece
Um azimute se mudou
Um coral de anjos enternece
Um deus menor se orgulhou
Quando o amor acontece
O próprio amor do mundo se exaltou
Rejuvenescido floresce
Aos deuses se curvou
Quando o amor acontece
Na mais bonita flor se tornou
Jamais esquece
Horto, haikai com o orvalho se adornou
Quando o amor acontece
Num grande e florido jardim se transformou
O mundo floresce
Porque alguém ama e amou
Quando o amor acontece!!!


Daniel Costa

 

quinta-feira, 15 de março de 2012

POEMA ELAINE NEVES



ELAINE NEVES

Com pensamentos breves
Se pode imaginar um poema
O poeta teve em mente Elaine Neves
A imaginação poderá estar no ar
Viajar em ultra-leves
Passar no ar e pairar em Canoas
Encontrar Elaine Neves
A mulher de felicidades boas
Naquela cidade de Rio Grande do Sul
Deambulam pessoas
Nas suas límpidas águas marinhas
Navegam grupos de canoas
Daí advém o nome da cidade
Não são necessárias loas
Elaine sabe que ali viveram os índios Tapes
Seriam coroas?
A interessante e romântica
Sonhadora até mais não
Demonstra a sua filosofia quântica
Seu signo balança ou libra
O de mulher de mente equilibrada
Mulher romântica de fibra
Tomar conhecimento dessa mulher de Canoas
Elaine Neves, desse mundo azul
Foi das coisas boas
Das coisas boas e breves
Que orgulham qualquer poeta
Eis a mulher romântica: Elaine Neves

Daniel Costa



domingo, 11 de março de 2012

POEMA GAIATA CONTEMPLATIVA



GAIATA CONTEMPLATIVA



Sorridente, pose altiva
Vim de longe pela beira-mar
Gaiata bonita e contemplativa
Em ti reparei como se olhasse um altar
Tal me pareceste linda e sugestiva
Com a areia da praia a teus pés
Mente cortês me pareceu construtiva
O forte azul do mar
O olor a maresia contrastiva
Nosso olhar se encontrou
De imediato me pareceste uma diva
De parte a parte chispou e se fixou
Equacionei seres a mulher ideal para a minha vida
A ti me juntei, julgo que te jurei amar
Vi-te bonita mas confundida
Fui-te falando e conquistando
As juras de amor te fizeram atrevida
Sentiste como é bom amar e gostar
Gaiata contemplativa
Depois como jamais alguém, te fiquei a amar
Te quero como a uma santa
Como a dum altar
A mente te traz numa redoma
Quero-te ter para exaltar
Ter-te como minha
Amar será uma forma de te adorar
Agora que és o meu amor
Gaiata contemplativa
Serás exaltada com ardoroso calor
Gaiata contemplativa
Vem ser minha
A minha verdadeira diva!!!


Daniel Costa


quinta-feira, 8 de março de 2012

POEMA DIA INTERNACIONAL DA MULHER




DIA INTERNACIONAL DA MULHER



Oito de Março não é um dia qualquer
É como um dia de flores, rosas fazem sentido
DIA INTERNACIONAL DA MULHER
O dia começou a ter lugar no passado século
Evocando flores, esses amores que embelezam
Compõem qualquer séquito
Como as crónicas rezam
Primeiro nas Rússias, como banalidade política
Num século em que as guerras frias se revezam
Em que as mulheres do Novo Mundo da analítica
Lutam pelos seus direitos de igualdade
Deram lugar ao que designamos por feminismo
Nos dias de hoje todos havemos de dar as mãos
Que acabe a necessidade de focos de lirismo
Como poeta que gosta de evocar mulheres
Gosta de sentir as mulheres como bonitas flores
A mente deambula, mais pelo mundo Lusíada
Em todas as mulheres encontro uns amores
Porém elejo a mulher nordestina
A que mais encontro a lutar, em actividades sem pudores
Actividades sociais que bem domina
Coordena bem com ou sem louvores
Com o papel de mulher amante de estima
Mulher mãe desvelada com seus amores
Mulher trabalhadora, sempre lutadora
A mulher criadora a adorar flores
Mulher, quando necessário, sofredora
Simplesmente mulher
Mulher ternamente sedutora
Com se quer, uma mulher!...
Sempre todos os dias intimamente o serão:
DIA INTERNACIONAL DA MULHER


Daniel Costa

domingo, 4 de março de 2012

POEMA LEALDADE


LEALDADE

Falta de seriedade
Embrulhada em mistificação
Personifica deslealdade
É duro e ledo engano
Não sendo rara a sinceridade
Deve merecer atenção
Temos de sentir límpida verdade
Na longa caminhada
Poderemos ter de tratar com a insanidade
Encontraremos bastantes factores
Que poderão não configurar maldade
Pela insanidade de mistificação
Tábua rasa da lealdade
Serão muitos os que a usarão
Em variados sofismas de maldade
No amor, a verdade deve ser eficaz
Ser facto a lealdade
Será sempre feliz recordação, ainda que fugaz
Enquanto durar trará felicidade
Logo depois, a mente ficará mais sagaz
Para discernir a verdade
Excluir ilusão, aparentando ser eficaz
Se mais uma vez se verificar insanidade
Deve desejar-se ser capaz
De conviver apenas na pura humanidade
Deuses!... Temos de merecer o diamante
A safira da lealdade
Terno amor não fugaz
Lapidado da mais fina lealdade

Daniel Costa