quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

POEMA A AVÓ JESUÍNA ENVIUVOU

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa.



A AVÓ JESUÍNA ENVIUVOU

A avó Jesuína enviuvou
A seguir, ao preto do luto,
Com Zé da Avó casou
Mulher de ar resoluto!...
Dele, três filhas adoptou
Marta, Maria e Sara
Mais, dois homens louvou
Do amor da linhagem foi arauto
O pai delas, Zé da Avó, cativou,
Ainda, quando fez de substituto,
Quando Zé da Avó endoidou,
Ao pescador prestou tributo,
Aquando dele a enviuvar voltou,
Sempre com semblante resoluto,
Marta, Maria e Sara,
O trio de irmãs, o que significou?
Teve origem, na mística do absoluto?
Os evangelhos relevou?
Da mística fez estatuto?
Marta, Maria e Sara,
Consciente, Zé da Avó, meditou?
Nomes de três mulheres,
Que Jesus amou

Daniel Costa

   

2 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo mais um interessante e belo poema
Beijinhos
Maria

Mariazita disse...

Querida Daniel
Dentro dum género diferente, focando um assunto que não te é habitual... mesmo assim construíste um belo poema.
Parabéns pela beleza e originalidade.

Obrigada pela carinhosa presença e parabéns à minha "CASA".

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS