A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 20 de junho de 2017

POEMA PEDROGÃO GRANDE

Resultado de imagem para imagens de pedrogão grandeResultado de imagem para imagens de pedrogão grande
Resultado de imagem para imagens de pedrogão grande

PEDROGÃO GRANDE

Pedrogão Grande
Beleza, dando tragédia,
Fica então onde?
Podemos ver em enciclopédia,
Nas maravilhas que Portugal suspende,
No distrito de Leira, trovoada seca, sandia
Pedrogão Grande
Floresta, declives e pedraria
Tragédia de cinzas, onde se jogou o berlinde,
Zona de vorazes fogos, como o viu a moradia,
Deus, Senhor Visconde!
Que incêndio, que rebeldia!
Pedrogão Grande,
Fogo, que ousadia!
Dezassete de Junho, do céu veio a sande,
Dois mil e dezassete trovoadas mui secas; judias!
Pedrogão Grande, onde a tragédia se esconde!

Daniel Costa

4 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema e triste a tragédia! abração,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Belíssimo poema e uma triste tragédia Daniel!
Bjs-Carmen Lúcia.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Daniel,
VC
Sempre com seus versos
inspirados.
Bjins
CatiahoAlc.

Bell disse...

Uma triste fatalidade.

bjokas =)