A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 25 de outubro de 2011

POEMA ENCONTROS E DESENCONTROS


ENCONTROS E DESENCONTROS

Faz parte da vida sem confrontos
Momentos de felicidade
Encontros e desencontros
Dela são parte, há que vivê-los sem ansiedade
Saber estar atentos
Saber esperar pela suma verdade
Exibir capacidade de sofrimento
Sofrimento com serenidade
Se os casos tratam de amor
Há que confiar em quem sofrerá com a maldade
Se nada podemos fazer, devemos confiar que se vença a dor
Encontros e desencontros
Acontecem, a vida depois terá mais sabor
Tenhamos sempre fé
Sem nunca perder o amor da nossa flor
Que, como estímulo, pensará em nós
Ternamente com o seu amor
Amor que nos desencontros
Lealdade, vamos supor
Porque não pensar em felizes encontros?
Estarão unidos dois seres
Encontros e desencontros
Dois mundos duas formas de viveres
Porém no amor estarão sempre prontos
Nunca haverá os esqueceres
Interregno para novas felicidades
A felicidade de novos encontros
Viveremos a esperança sem formalidades
Encontros e desencontros
São tropeções nos caracteres das desigualdades
Tornemo-los encontros
De felicidades

Daniel Costa

14 comentários:

lita duarte disse...

Porque a vida é assim: feita de encontros e desencontros.

Bjos.

Evanir disse...

Querido Amigo.
A vida sempre foi assim com encontro e desencontros.
Um lindo poema meu querido gosto desse seu jeito meigo de fazer poemas.
Bjs no coração.
Evanir

Mariazita disse...

Boa noite, Daniel
A vida é toda ela feita de encontros e desencontros. Cabe-nos, a nós, fazer com que os encontros sejam duperiores aos desencontros :)
Está muito bom o teu poema, que é, no fundo, um apelo à felicidade.

Uma semana muito feliz. Beijinhos

Marta disse...

Que sejam mais os encontros que os desencontros...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Desnuda disse...

Querido amigo Daniel,

Mais um belo poema que também ensina muito na reflexão da vida.

Beijos com carinho

Everson Russo disse...

Na vida temos sempre que nos acostumarmos aos encontros e aos desencontros que muitas vezes nos deixam tristes e infelizes...belos versos meu amigo..abraços fraternos.

Evanir disse...

Querido Amigo.
Boa Tarde.
Hoje postei seu poema te agradeço esse carinho amigo sincero e leal.
Amigo você é muito especial para mim.
Um feliz final de tarde beijos.
Evanir

Milla Pereira disse...

Esta é a realidade, amigo. Vida, paxões, encontros e desencontros. Quem sabe, em um desencontro desses, a gente não se encontra? Belo texto, Daniel, abrçs.

MARILENE disse...

Podem ambos trazer felicidade e dor. Há encontros que não propiciam bem estar. E há desencontros que nos trazem paz. Não estou sendo pessimista (rss).
Mas é muito melhor, realmente, pensar nos encontros surpreendentes que a vida nos oferece e que abraçamos com afeto. Desses, o desencontro provoca saudade.

Bjs.

Vanuza Pantaleão disse...

Apreciei o poema como um todo, Daniel. Mas o final teve uma chave de ouro encantadora. Afinal, os desencontros podem ser formas de nos encontrarmos. Perfeito! Adorei!
Beijinhos...

Everson Russo disse...

Um belo dia de paz e poesia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um poema que fala da vida...já que ela é feita desses encontros e desencontros.
Como sempre adorei e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Maria selma disse...

Daniel
Na vida temos encontros e desencontros,
que os encontros sejam mais e felizes...
Belo fim de semana ,
beijo

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom domingo meu querido amigo!
Estou tão feliz de ser tua amiga,e logo da terra que tu amas(Paraiba)
Foi nesses encontros e desencontros que nos encontramos ...
Poema suave nos encontros das palavras que forma uma melodia ...
bjssssss