sábado, 1 de outubro de 2011

POEMA ARRITMIA


POEMA ARRITMIA

O coração batia descompassado
Era na adolescência, de um dia
Arritmia hoje é sina, é fado
Tornou-se de estimação
Com carinho é tratado
Numa voragem de anil, azul
Com a coragem de seguir viagem
O coração bate a norte do Sul
Em ondas no éter, na metafísica
Da eternidade de intranquilidade
Sufocante, a parecer tísica
Longe de mim Senhor
É o fervilhar
Será a arritmia do amor
O amor ausente
Acontece uma espécie de dor
De quem ama o presente
A arritmia da dor
Do amor que se sente
Balança coração
O teu balançar não mente
Sempre tranquilo
Aparecerá alguém de repente
Te compreenderá
E amará, será gente
A arritmia, não é mania
Coração que ama, espera docemente

Daniel Costa

10 comentários:

Ma Ferreira disse...

Muitolindo seu poema, meu querido amigo Daniel.

Desejo uma semana de paz a vc!!!

bj

xistosa - (josé torres) disse...

Caríssimo Daniel Costa

Mais um belo poema.
Cumprimentos e o desejo deum óptimo domingo.

Marcia disse...

A arritmia, não é mania
Coração que ama, espera docemente.

Que lindo meu amigo!Bom domingo para você!

Maria disse...

Amigo poeta mais um poema encantador que fez o meu coração bater em arritmia.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

SAM disse...

Querido amigo,

Que lindo:

"Coração que ama, espera docemente"

Que sensibilidade magnífica a sua poeta!

Beijos com carinho e lindo domingo

Mariazita disse...

Daniel
Este foi o comentário que coloquei no Orkut, ontem, quando me "mostraste" este lindo poema:

Daniel, a tua arritmia está óptima! :)))
É muito lindo, o poema.
Parabéns, e bom domingo. Beijinhos

MARILENE disse...

Essa é a arritmia da espera confiante. Por isso traz beleza. Não é desespero sufocante. Você a tornou doce em seus versos.
Bjs.

Evanir disse...

Meu amigo Querido.
Espero que perdoe minha ausência
mais esta no meu coração meu carinho por você meu querido amigo poeta.
Seu poema é lindissimo como todos
que já li desde que conheci você.
Um carinhoso beijo.
Evanir

Everson Russo disse...

Essa arritmia dos primeiros passos do amor,,,belos versos meu amigo...abraços fraternos de boa semana pra ti.

Marta disse...

Que faz com que sonhe, voe alto...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta