A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

POEMA AMOR FLUTUANTE


 


AMOR FLUTUANTE
 
É uma constante
Haver omissão
Amor flutuante
Ainda que, com petição
Sonhava a montante
Sonho de razão,
Razão resultante,
De outra encarnação
O anjo esvoaçante
Me concedeu protecção,
Felicidade importante
Espírito de missão
Esvoacei num instante
No firmamento, em evolução
Encontrei a galáxia, como viajante.
Novo mundo em construção
Uma parelha de renas galante
Me esperava, em ordenação
Percorri, como voante,
Como em comissão,
Numa praia, na vazante
A reduzida comitiva parou, numa oração
Avistei uma bela mulher insinuante
Mistura de sonho e devoção
Seria amor significante
Ou convicção?
Mirei uma pedraria, variante
 Não se alterou a emoção
A mesma flor de mulher, o coração latejante
Quando me vi planar, em ebulição
 Me senti acordar, balbuciante
O anjo como a implorar, aos deuses, perdão
 Me entregou a mulher alegre, cintilante
Amor flutuante
É assim, o precioso diamante
O amor flutuante!

Daniel Costa






13 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !!!!!!

Por onde será que o amor é agitado?
-Será pelas águas,ventos,nuvens,ou pelo coração!
Vejo que aqui ele foi em outra Galáxia que foi encontrado o amor para se viver flutuando,como um precioso diamante que se lapida...
A o que mais admiro na linguagem de sua poética é que você apresenta uma perspectiva crítica e revela alguns traços do Realismo.Vemos seus poemas como uma coletânea de romantismo com grande emoção sem falar na paixão pelo que escreves.Tem muito a forma de um amor platônico.Seus poemas lembra-me muito um escritor brasileiro,chamado Castro Alves,que amava de maneira viável e transformava seu amor em lindos poemas de amor...
Te dou meus parabéns por mais essa obra de arte ,que é falar de amor com grande esmero,transformado e dissolvido num lindo poema...
Abç

edumanes disse...

O amor a flutuar
De alegria e felicidade
Nas ondas salgadas do mar
Fugindo da tempestade!

Na areia se deitou
Para elas a olhar
A tempestade passou
Continuou nas ondas a flutuar!

Sonho ou realidade
Nada se alterou
Encontrou a liberdade
Nas ondas mergulhou!

Para terra voltou
Deixou sua pegadas na areia
Uma onda as apagou
Quando ficou a maré cheia!

Boa noite para você,
amigo Daniel Costa.
Boa continuação desse poema de amor
flutuante em versos linda poesia!

Um abraço
Eduardo.

Olhos de mel disse...

Querido Daniel; uma bela musica no vídeo, e uma prosa poética maravilhosa falando de amor e sonhos. E como é bom viajar nessa nave...
Boa semana! Beijos

ELAINE disse...

Meu amigo Daniel! Poesias cada dia mais lindas! Coração cada vez mais inspirado! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis! Muito obrigada pela poesia linda num dos últimos comentários! Um início de semana de paz e alegria!
Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Amor que tem a leveza da alma,,,que toca o infinito...abraços fraternos de bom dia pra ti amigo..

Anne Lieri disse...

Daniel,sempre me encanto em seu blog com as fotos da Severa e sua abençoada inspiração!Ficou maravilhoso esse amor flutuante!bjs,

Everson Russo disse...

Um belo dia de paz e poesias pra ti meu amigo...abraços fraternos...

Bandys disse...

Ola Daniel,

Amor flutuante
É assim, o precioso diamante
O amor flutuante!

Amei.

Beijos

Marta disse...

O amor e sonhos....Ligados sempre...
Boa escolha de música...
Beijos e abraços
Marta

Fernanda Oliveira disse...

Olá querido amigo Daniel,tudo bem?
Estou um pouco sumida, pois estou com problemas com minha net. Mas estou aqui e acabei de ler seu poema, e acho bem legal as músicas que posta, eu amo música. Poesia e música,formam um belo par, para embalar um coração. Beijos!

Everson Russo disse...

Um dia repleto de poesias pra ti meu amigo,,abraços fraternos...

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Daniel. Agradeço o seu gentilíssimo comentário no blog da Anne Lieri. Obrigada, pela sua consideração.
O seu poema a mim parece um misto de realidade e sonho.
Vejo a amada idealizada e ao mesmo tempo real, que você consegue alcançar.
Felicidade no amor, seja em sonhos ou na concretização deles, é o que lava a nossa alma, nos faz jogar nos braços de quem amamos.
Que este amor seja muito mais do que um sonho bom!
Tenha um dia de paz e um beijo na alma, amigo.
Fique na paz de Deus!

MARILENE disse...

Que os anjos não o deixem apenas com a visão da mulher sonhada, proporcionando-lhe, como nos seus versos, um acordar encantado. Bjs.