A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 31 de maio de 2015

POEMA MANTO DA DESPEDIDA


 
O MANTO DA DESPEDIDA 

Projetando a vida
Estendendo-lhe um manto,
O manto da despedida,
Fazendo dela um encanto
Erguendo-lhe uma ermida
Colocando-a no mundo portanto
Sentindo amor a cada batida
Evitando o pranto
O coração a bater de fugida
Esperançoso a entoar um canto
A voz do desejo erguida
Desejo do regresso do santo
A santidade do amor sentida
Amor sacrossanto,
Angélica bebida
Sustendo a dúvida
Segurando o desejo
 Esperanças entretanto
O manto da despedida
O amor susterá o pranto
Esperando que a vida progrida!

Daniel Costa
(Poema e foto)

 

12 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo ao longo da vida vestimos tantos mantos de despedida.
Como sempre um poema maravilhoso.
Um bom domingo.
Beijinhos
Maria

São disse...

Os mantos das despedidas acabam por cobrir quase toda a nossa vida...

Bom resto de domingo

lua singular disse...

Oi Daniel
Lindo poema!
As despedidas são necessárias
Fugiu de mim, por que?
Beijos

Graça Pires disse...

Um manto de despedida cheio da palavras...
Beijo.

Rita Sperchi disse...

Um poema maravilhoso apesar de ninguém
gostar de despedidas, saudades de vc meu poeta

Bom domingo e um começo de semana
cheinho de muita paz
Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

As despedidas são sempre muito difíceis.
Lindo poema.
bjs Daniel e um ótimo final de domingo.
Carmen Lúcia.

Ivone disse...

Lindos versos, lindas fotos, as suas despedidas são de nos tocar, pelo que percebi gostastes daqui do Brasil!
Voltes tantas quantas vezes queiras, aqui é uma terra hospitaleira mesmo!
Abraços meu amigo muito querido!

Marta Vinhais disse...

As despedidas fazem parte da vida... São sempre difíceis....
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

Ana Bailune disse...

Acho que toda despedida é triste...
Bom dia, Daniel.

Néia disse...

Oi Daniel...Passando para agradecer a visita lá no meu cantinho. Estive fora do blog por algum tempo por problemas de saúde e agora lentamente estou retornando e fico muito feliz em poder conhecer amigos novos. Adorei teu poema que fala de despedida de uma forma muito bonita. Abraços.

MARILENE disse...

Despedidas nos entristecem, mas a esperança nos enriquece. Há sensibilidade e beleza em seus versos. Abraço.

Sidnéa Barbosa Flores disse...

Boa tarde, Daniel!
Venho agradecer, retribuir sua visita e gentil comentário e percorrer com mais cuidado e atenção seus espaços, detive-me aqui, tocou-me mais fundo! Vida, eterna despedida! Um grande abraço