quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

POEMA AMADA AMANTE


 


AMADA AMANTE
 
Do poeta, quiromante
Alma da sua imaginação
Amada amante
 Sua fascinação
Mental declarante
Eterna predestinação
 Gaiata exuberante
De outra religião
Amada amante
Terna sensação
Serás doravante,
Já eras no Verão
Flor de diamante,
Anjo da redenção
Amada amante
Inspirada afirmação
Vida perfumante
Olor de devoção
Diria abrasante,
De perder a respiração,
Ave de voo rasante
Sonho de declaração
Amada amante,
Oh!... Poética divagação!
 
Daniel Costa
 

10 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Muito lindo o seu poema Daniel.
E temos a música maravilhosa de Roberto Carlos-Amada Amante.
Adorei.
Bjs-Carmen Lúcia.

Ivone disse...

Que linda e "...poética divagação!" Amei ler como todos os lindos poemas que postas, bem assim rimados e com lindas palavras bem rebuscadas!
Abraços querido amigo Daniel!

MARILENE disse...

Sua divagação poética, como bem descreveu, ficou muito bela, Daniel. Abraço.

São disse...

Ave de voo rasante , sim,

Um bonito poema, Daniel.

Bom fim de semana

Marta Vinhais disse...

Uma divagação sobre a vida....
Belo
Beijos e abraços
Marta

Andre Mansim disse...

Muito lindo, poeta! Percebe-se que estava divagando em algo real. Inspirado!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Daniel! Eis que mais uma vez, nos brindas com um belo e profundo poema. Amei a Amada Amante, inclusive a ilustração.

Abraços,

Furtado.

Vera Lúcia disse...


Linda divagação poética, amigo Daniel.
Seus poemas são sempre originais e bem ritmados.
Bela imagem.

Obrigada pelos anos de carinhosa amizade neste mundo da blogosfera. É muito bom tê-lo como amigo por aqui.

Desejo-lhe um lindo e festivo Natal, recheado de bençãos.
Um 2016 com mais sucesso, grandes alegrias e felizes realizações.

Até breve.

Abraço.

Graça Pires disse...

Poética divagação sobre o amor...
Beijo.

MARILENE disse...

Daniel, desejo-lhe um Natal de luz e de paz, ao lado dos que lhe são queridos. E que 2016 o abrace com as cores da esperança. Abraço.