A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

sábado, 9 de janeiro de 2016

POEMA INDIA MINHA PAIXÃO



ÍNDIA MINHA PAIXÃO
 
Foi numa baía do sertão
Dado não ser xenófobo,
Índia minha paixão
Me apaixonei - Oh Conde de Farrobo!
Que nem és da minha geração!
Mas do tempo do rei probo,
D. José na governação
Para o Brasil, sem usar o seu bobo,
Decretou a miscigenação
O seu amor englobo,
Índia da minha paixão,
Índia de amor demófobo!
Bendita concepção!
Amor puro, não brasilófobo,
Índia, minha paixão.
 
Daniel Costa
 

6 comentários:

São disse...

Desde que a paixão seja correspondida, tudo bem...


Bom domingo

Graça Pires disse...

Paixão arrebatada!
Beijo.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Linda paixão! Belo poema!
Beijo, amigo,
Renata

MARILENE disse...

Que lindo canto, Daniel! Uma declaração encantadora. Abraço.

Blog da Gigi disse...

Lindo!!!! Ótimo dia!!!!!!!!!! Abraços

Pedro Luso disse...

Amigo Daniel, bela imagem e bela poesia, unindo uma a outra, fruto de sua inspiração de poeta.
Um abraço.