A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 18 de maio de 2016

POEMA QUANDO EU FUI CONTABILISTA




QUANDO EU FUI CONTABILISTA

 

Em part “time”; passei nessa pista

Ainda que, no meio de metas

Quando eu fui contabilista

Fiz de tudo sem caretas

 Trabalhos foram conquista,

Actividades discretas,

Cultor da vida metodista

Luta projectada de poetas,

Influência de avoengo idealista!

Ideais definidos por rosetas,

De catedral memorialista,

Societárias, directas,

Quiçá, ideia neo-realista,

Do mundo do trabalho - Sinetas

Construção de amor altruísta!

Tocarão um dia as trombetas?

Quando eu fui contabilista!

 

Daniel Costa

 

 

 

7 comentários:

Ivone disse...

Olá meu amigo Daniel, aqui em São Paulo está frio e é de tarde, espero que estejas bem por aí, que sei que é primavera com flores belas!
Lindas suas poesias de todas as boas profissões que tivestes, isso é enriquecedor e amo te ler!
Eu tive algumas, uma delas exerci durante vinte e sete anos, a Contabilidade é a mesma coisa que Contabilista, lidei com isso em minha própria empresa em sociedade com meu marido e meu irmão, hoje ainda cuido de algumas contas, a doméstica, sou agora Do Lar e estou adorando isso!
Viver e poder fazer o que se quer e gosta é tudo de bom e muitas vezes só se consegue isso depois do tempo de vida ter passado dois terços do planejado, mas é bom, sempre é bom viver, trabalhar ainda é a melhor coisa, pois se se pára é como morrer!
Abraços apertados!

Pedro Luso disse...

Caro Daniel,
Gostei de seu poema "Quando eu fui contabilista". Muito bom.
Um abraço.

Jaime Portela disse...

Ter sido contabilista, ajuda a ser organizado...
E até na poesia isso é útil, tal como é bem visível neste magnífico poema, onde a estrutura está bem organizada.
Gostei imenso do seu poema.
Bom fim de semana, caro amigo Daniel.
Abraço.

Graça Pires disse...

"Trabalhos foram conquista"... Este foi mais uma, Daniel.
Beijos.

Blog da Gigi disse...

Lindo dia!!!!!!!!!!! beijos

Ana Martins disse...

Certamente uma homenagem a alguém que merece a sua atenção. A verdade é que ficou um belo poema.
Beijinho, Daniel.

✿ chica disse...

Lindo,Daniel! Quanta inspiração tens!


Acabam de entrar teus céus por lá! abração,chica e obrigadão!http://ceuepalavras.blogspot.com.br/2016/05/ceus-do-daniel-costa.html