A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

POEMA MODOS DE SENTIR E DE PENSAR



 box braids with cornrows on the side - Google Search

MODOS DE SENTIR E VER

Modos de sentir e ver
Verdade que somos todos iguais,
Podemos subscrever
Mentes diferentes até aos Urais
O que não será de comover,
Subverter jamais
O mundo roda, é de bem - querer,
Com seres especiais,
Modos de sentir e ver,
Sentimentos naturais
Na vida a lutar com prazer
Vidas de caracteres leais
Descreve quem nela viver
Em prazeres de trabalhos reais
Eternamente, o amor precaver,
Somos todos iguais,
Com diferente modo de ver…

Daniel Costa

7 comentários:

✿ chica disse...

Essas diferenças é que são características da vida ! Linda poesia! abraços,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Todos nós temos um modo diferente de sentir e pensar,não somos iguais!
Adorei o poema Daniel.
Bjs-Carmen Lúcia.

silvia de angelis disse...

Ognuno di noi ha la propriamentalità e il proprio modo di intendere la vita
Versi belli, buona serata,silvia

Ana Bailune disse...

E que bom que seja assim!
Bom dia, Daniel. Parabéns pelo poema!

Jaime Portela disse...

No sentir, todos diferentes.
No resto, todos iguais (afinal até só diferimos menos de 3% dos macacos...).
Magnífico poema, parabéns.
Bom fim de semana, caro amigo Daniel.
Beijo.

Graça Pires disse...

Sim, somos todos iguais, mas o que sentimos e o que vemos é tão de cada um...
Uma boa semana.
Um beijo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

O sentir e o ver são as exceções da igualdade total. Belo poema Daniel!

Abraços,

Furtado