A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

POEMA MODOS DE SENTIR E DE PENSAR



 box braids with cornrows on the side - Google Search

MODOS DE SENTIR E VER

Modos de sentir e ver
Verdade que somos todos iguais,
Podemos subscrever
Mentes diferentes até aos Urais
O que não será de comover,
Subverter jamais
O mundo roda, é de bem - querer,
Com seres especiais,
Modos de sentir e ver,
Sentimentos naturais
Na vida a lutar com prazer
Vidas de caracteres leais
Descreve quem nela viver
Em prazeres de trabalhos reais
Eternamente, o amor precaver,
Somos todos iguais,
Com diferente modo de ver…

Daniel Costa

16 comentários:

✿ chica disse...

Essas diferenças é que são características da vida ! Linda poesia! abraços,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Todos nós temos um modo diferente de sentir e pensar,não somos iguais!
Adorei o poema Daniel.
Bjs-Carmen Lúcia.

silvia de angelis disse...

Ognuno di noi ha la propriamentalità e il proprio modo di intendere la vita
Versi belli, buona serata,silvia

Ana Bailune disse...

E que bom que seja assim!
Bom dia, Daniel. Parabéns pelo poema!

Jaime Portela disse...

No sentir, todos diferentes.
No resto, todos iguais (afinal até só diferimos menos de 3% dos macacos...).
Magnífico poema, parabéns.
Bom fim de semana, caro amigo Daniel.
Beijo.

Graça Pires disse...

Sim, somos todos iguais, mas o que sentimos e o que vemos é tão de cada um...
Uma boa semana.
Um beijo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

O sentir e o ver são as exceções da igualdade total. Belo poema Daniel!

Abraços,

Furtado

Pedro Luso disse...

Gostei muito deste teu poema, amigo Daniel, que tem a beleza própria da verdadeira poesia com um forte dose filosófica. Parabéns.
Boa semana.
Forte abraço.
Pedro

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo, lá diz um velho ditado "todos iguais todos diferentes".
Belíssimo poema
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Gil António disse...

Sendo hoje DIA INTERNACIONAL DA MULHER, nada me impede de dizer que: "" Cada mulher que nasce é uma Estrela que brilha na Terra "" ...... A Sua publicação é de uma doçura maravilhosa.
.
* (Poetizando e Encantando) MULHER ... O Equilíbrio da Vida *
.
Votos de um dia feliz

Luma Rosa disse...

Oi, Daniel!
Para ser é preciso antes existir! A nossa existência pertence ao criador que não vê diferença entre as suas criaturas!
Beijus no coração!!

Gil António disse...

Simplesmente brilhante. Gostei muito do poema.
.
* Orlas do Alvorecer ... em silêncios de amor *
.
Votos de um domingo feliz

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Daniel
essa é a forma de nós
Poetas sentirmos e vivermos.
Belos versos.
Bjins e/ou Abraço
CatiahoAlc.

Mariazita disse...

Meu querido amigo Daniel
Como é possível que eu ainda não tenha vindo comentar este teu poema???
É certo que ultimamente tive uns problemitas de saúde - nada de grave, mas o bastante para me obrigar a sair da rotina habitual. Só isso justifica a minha falta, que peço me perdoes...

Somos todos iguais, todos diferentes. E é nessa igualdade diferente que reside o encanto da vida e do relacionamento humano.
Belíssimo poema e uma análise perfeita do ser humano.

Votos de um Domingo feliz
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo passei para saber como está e deixar um beijinho.
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Tais Luso disse...

Belo poema, Daniel, nossas diferenças são o que nos tornam afáveis e queridos, procurados ou não!
Querido amigo, muito obrigada pelo seu comparecimento, palavras vindas de você, ótimo poeta e escritor que preso muito, tem muito peso!
Beijo, espero que você esteja bem de saúde.
(deixei uma resp. pra você)