A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

POEMA ACORDA PECADOR, ACORDA


 

ACORDA PECADOR, ACORDA

Acorda pecador, acorda
Certo dia: um prevaricador
 Um homem, um “papa-açorda”
De descuidos; aproveitador
Com sua mente concorda
Servir um perfil de receptador
O ofício divino recorda:
- Assiste e escuta o prior
Adormece… Não discorda,
Adormece, como telespectador,
Dormitando, estremunhado ouve:
- Do púlpito o abade pregador,
Estremunhado recorda:
- Ao escutar o abade-prior:
- Acorda pecador, acorda!...
- A corda esta aqui… Senhor Prior!...

Daniel Costa

(Ensaio poético)