segunda-feira, 27 de agosto de 2012

POEMA AMOR ABRAÇADINHO

          

AMOR ABRAÇADINHO

Podíamos dizer: o amor é bonitinho
Não devemos olhar o mundo como um traço
Porém o amor poderá ser abraçadinho
Devemos abarcar o mundo num abraço
Podemos imaginar um passarito no seu ninho
Metaforicamente, podemos ter coração de aço
Assim sonhava direitinho
O meu anjo me levou a ver a grandeza do espaço
Amor abraçadinho
Sonhava, alado, voava sem embaraço
Chegava à outra galáxia de mansinho
Voando como um poetaço
Já os dois fiéis corcéis, devagarinho
Transportavam-me algo já via, um gesto de abraço
Gesto, talvez de amor abraçadinho
O meu gesto, primeiro foi estreitar um, depois o outro braço
Num mimo, que redundou num miminho
A gaiata não será o que se poderá chamar traço
Eu poeta, aprecio mais o amor maneirinho
Era na praia, que se deu o amor sem cansaço
Frente à imensidão do mar, o meu caminho
Depois o anjo, já evoluía na vastidão do espaço
Eu a levitar, acordava com o amor abraçadinho
Acariciava, aquele regaço,
Por toda a vida continuou o amor abraçadinho

Daniel Costa



















15 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
Existem muitas formas para se desenvolver um amor abraçadinho.Guardar o amor num abraço caloroso é tudo de bom,pois é um brinde que nos dar segurança e apoio,fazendo sempre o amor virar surreal.Agora esse mesmo amor escrito em forma de poesia,fica uma magia que mantem-se em forma de sonho...
Você soube muito bem traduzir o amor de forma poética sem perder o desejo que fosse real.
Abç

edumanes disse...

A esse amor abraçadinho
Devemos todos viver
Aqui neste cantinho
Sempre Severa linda a ver!

Não me farto de o dizer
Ao contrário não
Para bela sempre a ver
Construtora da evolução!

Ela constrói com razão
Apaixonantes romances escreve
Para acalmar de quem sofre o coração
E aquecer a água que sem calor arrefece!

Uma gaiata brasileira
Na areia gosta de brincar
A nadar como uma sereia
Para quem precisa salvar!

Eu a imaginei
Ligada ao mar
Em Maruja pensei
Num barco a navegar!

Poema amor abraçadinho
Com Severa Cabral condizer
Por Daniel Costa escrito com carinho
Amiga simpática que bem o merecer!

Boa segunda-feira e um abraço para o amigo Daniel Costa,
e um bjo. para Severa Cabral.
Eduardo.


rosa-branca disse...

Olá amigo, um poema à altura da musa. Lindo. Beijos aos dois

Everson Russo disse...

Esse amor assim, abraçadinho, aconchegante,,alma com alma,,,coração com coração...abraços fraternos amigo e uma bela semana pra ti.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo,,,abraços fraternos....

Olhos de mel disse...

Meu querido amigo; esse é um amor verdadeiro. Ele necessita de ser vivido com intensidade e cumplicidade...
Lindo poema!
Beijos

Bandys disse...

O amor cabe nos braços de quem ama.
E qdo se tem uma musa cabe dentro do coração.

beijos

Bandys disse...

O amor cabe nos braços de quem ama.
E qdo se tem uma musa cabe dentro do coração.

beijos

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo,,,abraços fraternos...

Ivana disse...

Daniel
É tão bom um amor abraçadinho, não é mesmo? Que todos tenham um amor abraçadinho.
Daniel
Eu adoro suas visitas, me deixa muito feliz, muito obrigado!
Um abraço!

Carla Fernanda disse...

Um amor abraçadinho com largos braços... elásticos...

Ficou muito especial este abração do tamanho do coração Daniel.

Beijos p vc e minha amiga Severa.

Bela foto!!!!

ELAINE disse...

Amigo Daniel! Parabéns! Que poema mais lindo e delicado! Parabéns a você e a Severa! Quinta e sexta-feiras iluminadas!
Um abençoado e feliz final de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Um excelente dia pra ti meu amigo,,,abraços fraternos...

Marta disse...

Abraçar o Mundo e viver com V grande....
O que é esquecido....
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Daniel. Lindo poema. Amor assim abraçadinho é realmente uma dádiva que vivemos a nossa vida inteira.
Amor a dois, gostoso e apertado, onde sentimos o calor do corpo do nosso amor num terno abraço.
Beijos na alma e fique na paz!