domingo, 14 de outubro de 2012

POEMA AMOR DESBLOQUEADO

 

AMOR DESBLOQUEADO

Amor desbloqueado
De essência, não oco e vazio
Sempre de ideal elevado
Eternamente aceso o pavio
Amor não banalizado
Teria passado pelo frio?
Desamor impensado!
A correr menos sereno, a sentir calafrio
Na outra margem, o ser amado
Com amor límpido como a água do rio
Fogosidade ardente, limpidez sem pecado
Não havia fraqueza, nem amor vadio?
Amor desbloqueado
Um sonho a fio
Intercedeu no amor, um anjo, como enviado
Livrou-me de sentir o coração escorregadio
Num sopro, me senti motivado
No infinito já me sentia cheio de brio
Amor desbloqueado
Amor presente, amor sadio
Senti-me na galáxia, deslumbrado.
Voava como num constante desafio
Em procura do ser amado
Quando a vista do verde senti em rodopio,
Flores e uma bonita mulher, a flor do meu agrado
Amor - defini-o!
Amei-a de coração apaixonando
Tanto que senti brio!
O meu anjo não me deixou abandonado
Me fez baixar à terra, acordar sem calafrio
Não fiquei amargurado,
Despido de amor sadio!
Num lado a flor e as flores, um dado!
O florir não era vadio
Amor desbloqueado
 Foto tecida com um bonito sorriso de desafio
Amor desbloqueado, amor apaixonado!

Daniel Costa




13 comentários:

Everson Russo disse...

O amor sempre será um eterno sonho em nossas vidas...abraços fraternos meu amigo...bom domingo e uma bela semana pra ti..

edumanes disse...

Poema amor desbloqueado
Flor, em colorido jardim
Com desejo, corpo belo abraçado
Num longo abraço sem ter fim!

A Severa Cabral
E a sua presença
Dá o retoque final
Com toda sua beleza!

À terra faz baixar
Não deixa ir embora o amor
Nos seus braços quer ficar
Para de seu corpo sentir calor!

O calor da amizade
De um amor verdadeiro
Alegria e felicidade
De um doce companheiro!

Boa tarde amigo Daniel Costa,
resto de bom domingo para você, e um abraço
e para Severa Cabral,
um beijo.

Eduardo.



Fernanda Oliveira disse...

Olá amigo Daniel, lindo poema. ''Amor desbloqueado, amor apaixonado'' Um amor gostoso de se sentir. Senti uma grande delicadeza em palavras. Beijos!!! Fernanda Oliveira

Maria Rodrigues disse...

Um amor belo e puro num poema encantador.
Bom domingo meu amigo.
Beijinhos
Maria

Marta disse...

O amor que se vive...
No fundo do coração...
Lindo como sempre...
Beijos e abraços
Marta

Anne Lieri disse...

Daniel,o amor não pode mesmo ter bloqueios!Sempre aprendo por aqui!Lindíssimas fotos da Severa!bjs e boa semana!

Marcia Melo Morais disse...

Sempre encantando poeta querido ,beijos!

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite amigo Daniel !
Todas as vezes que venho aqui,meu coração transborda de felicidade,pelo sentimento de amor que expressas nos teus poemas,que nos faz acreditar sempre que vale a pena escrever por amor.
Quando o amor se desbloqueia fica mais;positivo,ativo,criativo,fica bem,porque o amor passa a ser diferente dentro de um encache que tanto esperamos dentro do amor.E o bom é quando no desbloqueio do amor,nos deixa mais apaixonado,para vermos o mundo com os olhos sempre de um poeta,no amor cantado em versos...
Posso dizer que vc criou mais um poema exclusivo...
Abç

Everson Russo disse...

Uma bela tarde pra ti meu amigo,,,abraços fraternos...

Evanir disse...

Olá,amigo Daniel.
O amor desbloqueado realmente é maravilhoso .
Como sempre seus poemas são divinamente belos.
Um abraço carinhoso daqui do outro lado do mar,Evanir.

Bandys disse...

O amor, e a porta para qualquer desbloqueio, ele esta sempre presente. Junto com o coração apaixonado vem carregado de flores.

Beijos

Olhos de mel disse...

Querido Daniel; um belíssimo poema com o brilho desse amor. Eu torço por você.
Belas foto! Beijos

Everson Russo disse...

Uma bela noite pra ti meu amigo e ótima quarta feira...abraços fraternos...