terça-feira, 18 de novembro de 2014

POEMA ANJO DO INFINITO


 
ANJO DO INFINITO 

Do poeta veredicto,
Mentor de lealdade
Anjo do infinito,
Desejo de verdade,
Mesmo sabendo do finito,
A soar a humildade
Em tempos introito,
Sem revelar idade
 Parecendo, mesmo, infinito,
No meu país, na minha cidade
Como se fora filho primogénito
Da minha mocidade,
Arreigado no espírito,
Pura habilidade
Espírito indómito
A induzir sagacidade
Ficando o anjo adstrito,
A certa área de apostolicidade
 Ficando, guardião de direito
Com o seu valor em misticidade
Anjo do infinito!

Daniel Costa
 
 

 

10 comentários:

Bandys disse...

Oi Daniel,

Tomara que todos nós tenhamos um anjo do infinito. A imagem esta linda.Aqui no Brasil também usamos assim.
Agora a musica é simplesmente linda. Adoro. Super bom gosto.

Beijos


✿ chica disse...

Maravilha de anjo e poema e adorei a música, bem escolhida! Valeu! abração,chica

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sabe que amo os seus poemas de anjo. O vídeo é lindo.
Beijo*

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Sempre impecável em seus versos amigo Daniel.
Bjs e um ótimo dia à você.
Carmen Lúcia.

Vanuza Pantaleão disse...

Belos e delicados anjos de unhas pintadas tu sabes criar, meu amigo.
Inteligência ampla, talvez tu mesmo sejas um deles.
Obrigada por teu carinho, Daniel!Bjsss

São disse...

Gostei muito do poema e Andrea tem uma voz fabulosa

Grande abraço, Daniel

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Daniel! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, assim como apreciar mais um dos teus belos poemas.

Adorei o vídeo! Lindas melodias e belíssimas interpretações.

Abraços,

Furtado.

Felisberto Junior disse...

Olá, Boa noite,Daniel
Os anjos são dotados de inteligência luminosa , livre arbítrio, elevados por Deus...e gostei do "Parecendo, mesmo, infinito" pois não são infinitos, isso só Deus...e que tenhamos todos bastante conhecimento, amor e comunhão com os anjos.
Obrigado pelo carinho,belos dias,abraços!

MARILENE disse...

Daniel, a beleza da música combina com os fundamentos de seu poema. Anjos, sempre benditos! Bs.

vendedor de ilusão disse...

Olá Daniel! Belo esse teu poema; gostei bastante!