terça-feira, 4 de novembro de 2014

POESIA A GREGA SAFO



A GREGA SAFO

Num íntimo desabafo
Protesto de mestria
A grega Safo
Poesia, a sua idolatria
Primeira poetisa com sarrafo
Da ocidental aristocracia
De Pitaco mitógrafo
Por ele não tinha dioptria
Do século XVI a. C. – Agrafo
Escrevendo fina e lírica poesia
Não convinha o autógrafo
Que na política era academia
A grega Safo,
Que para Pirro deportaria
Em virtude de afrontar o moafo,
Afrontar o ditador, era heresia
Temia que lhe desse o bafo
Safo mencionar, é da história
Gravada em fitógrafo
Da célebre musa; memória
A grega Safo
Amou discípulas, é da sua biografia
A grega Safo! 

Daniel Costa

 

 

8 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Poema soberbo com um vídeo maravilhoso. Amei!
Beijo*

MARILENE disse...

Um vídeo encantador e versos valorosos, Daniel. Bjs.

Célia Rangel disse...

Versos e trilha sonora de alta classe!
Abraço.

Marta Vinhais disse...

O que dizer?
Belo poema e video.
Beijos e abraços
Marta

Ivone disse...

Amigo Daniel, lindíssimos versos, fizestes bela homenagem à poetisa, bem sabes como amo isso!
Aqui então, tudo bem colocado e rimado!
Abraços apertados!

Ivone disse...

Ah, amei ouvir a linda orquestra!

Bandys disse...

Oi Daniel,

Tudo muito rico. Uma bela homenagem.

Adorei seu comentário no esconderijo, mostra que nesse tempo você me conhece bem, rs.

beijios

Felisberto Junior disse...

Olá, Boa noite,Daniel
somente alguns fragmentos da poética da Primeira poetisa com sarrafo, a grega Safo, sobreviveram ao longo do tempo, censurados e queimados -pela Igreja e por afrontar o ditador-pelo seu alto teor de erotismo ;Amou discípulas, é da sua biografia que é meio nebulosa até mesmo no que se refere ao seu relacionamento com outras mulheres, gostei de ler, ouvindo : Mozart, Orquestra Filarmônica de Berlim ,no Mosteiro dos Jeronimos em Portugal
Obrigado pelo carinho,belos dias, abraços!