quarta-feira, 3 de novembro de 2010

POEMA LÁ LONGE


LÁ LONGE

Volatilizando-me no etéreo
Para poder ser condescendente
Voo na minha mente como se fosse mistério
É num outro mundo reluzente
Que se poderá entender tanto despautério
O banal mundo do mal, tido como decadente
Devia ser um filão de belo minério
Mas está bastante doente
Acabou tudo o que se designou império
Ficou sempre a podridão presente
Noutra galáxia pensei a sério
Encontrar outra união
Encontrar um outro critério
Não sei viver sem amor, numa permanente desilusão
Procurei onde bem patente, está um feliz império
Impera o amor em permanente comunhão
No mundo do mistério
Haverá juízos eivados de compressão
A julgar sem critério
Do que é bem visível, a causa de desunião
Onde deviam desvendar o mistério
No seu vocabulário está, em letras garrafais, a palavra não
Parece convir-lhes a querela, o despautério
Não há um universo de amor, e de ilusão
Fui encontrar noutra galáxia
O mundo do sonho, do amor e da paixão

Daniel Costa

12 comentários:

Sandra Botelho disse...

Não sei viver sem amor"...Nem eu meu querido, nem eu. Bjos achocoaltados

SAM disse...

Meu querido amigo,

um poema lindo de amor e respeito a tudo e a todos, mas de quem tem o coração atravessado pela desarmonia e falta de amor que reinam por aqui...

SAM disse...

Fiquei " noutra galáxia", Daniel!!!

Voltei para deixar meu sempre carinhoso beijo rsrs

Marilu disse...

Querido amigo, o amor é a essência da vida, sem ele morremos aos poucos. Lindo poema. Beijocas

Everson Russo disse...

O amor é tudo nessa vida,,,tudo que buscamos,,,mesmo que seja em outra galaxia,,,em outros mundos...belissimo meu amigo...abraços de bom dia pra ti.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

O mundo do amor é aqui. Nós todos juntos, bastam que as pessoas se convençam disso. Belo poema, Daniel.

Tem coisas inesquecíveis
Um afago, um beijo
Um abraço apertado.

Uma palavra na hora certa
Uma rosa entreaberta
Num jardim ensolarado...

Uma criança no balanço
Rindo das idas e vindas
Como quem tocasse o céu
E fosse por ele tocada...

Tem coisas inesquecíveis...
A inocência
Da verdadeira amizade.

(Sirlei L. Passolongo)

Beijos
Tenha Um Bom Dia
Estou indo.

Bandys disse...

Eu também não sei viver sem amor.

Lindo poema, adorei.

Beijos no teu ♥

poetaeusou . . . disse...

*
lá longe,
tão perto !
,
abraço,
,
*

Everson Russo disse...

Um excelente final de semana pra ti amigo,,,forte e fraterno abraço...

Olhos de mel disse...

Querido Daniel;eu também só acredito no amor, quando vivido com intensidade. Quando a cumplicidade se faz presente...
Bom fim de semana! Beijos

Everson Russo disse...

Um belissimo sabado pra ti amigo,,,paz e poesia sempre,,,abraços fraternos...

Ana Martins disse...

Caro Daniel,
muitos novos poemas por aqui que me faltam ler, virei com mais tempo fazê-lo com todo o gosto.

Muito bonito este que li.

Beijinhos,
Ana Martins