A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 6 de maio de 2012

POEMA DOGMAS E MILAGRES




                              

DOGMAS E MILAGRES

Dogmas servem para escamotear verdades
Milagres senhores deuses
Servem para encobrir realidades
Foram imaginados e pensados
Por mentes incapazes, mas audazes
Senão reparemos: em séculos de sevícias
De muitos que se prestam a ser sequazes
Para a dita santa madre igreja apoiar a gestão
Desse estratagema funesto
Conhecido por inquisição
De que resultou seres, só porque foram inteligentes
Queimados em fogueiras de atroz combustão
Dogmas e milagres
O poeta interroga-se, procura verdade e então?
Qualquer ser, minimamente inteligente, deve questionar-se
Procurando verdades, até à exaustão
Dogmas e milagres
Senhores deuses, dos homens criação
Homens desonestos sem solidariedade
Desonestidade para com o ser irmão
Religiões a gosto, de feição
Homens a mandar propagandear
A mandar cobrar imposto como de fossem donos da uma nação
Inventam mandar criar milagres
Assalariados próprios, para serem alienados de representação
Quando terminam dá-se a “milagrosa” cura
Coube-me o ensejo de ver um aparatoso vilão
Havia sido recomendada um visita aquele “dr.”
Que medicina nada sabia, exibia a cruz de Cristo, o safado – no salão
Se algo de medicina entendesse, intuiria que se tratava de epilepsia
Quem sofria da patologia é do negativismo a máxima expressão
Dogmas são apenas normas para lorpas
Milagres apenas por nossa força de vontade acontecerão
Jamais por dogma ou decretos,
Não vamos ter em conta deuses em vão

Daniel Costa


19 comentários:

Tunin disse...

Nossa, Daniel, que profundo!
Precisamos tomar cuidado com os dogmas que andam por aí.
Abração.

rosa-branca disse...

Amigo Daniel, lindo poema escrito com tantas verdades. Adorei. Beijos com carinho

Anne Lieri disse...

Daniel,que poesia cheia de sabedoria!Ficou linda!Bjs e meu carinho!

Marilu disse...

Querido amigo, um poema com muita sapiência e verdades. Parabéns. Tenha uma linda semana. Beijocas

lita duarte disse...

O homem cria um monte de coisas para aprisionar. Seres perversos sempre encontram apoio para levar adiante suas idéias de morte.

Deus tem que nascer de dentro de cada um.

O grande milagre é a vida.

Daniel, seu poema é repleto de verdade.

Bjos.

Marta disse...

Sim, a verdade em primeiro lugar....
Interessante o poema...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Everson Russo disse...

Bastante intenso o poema meu amigo, que tenhamos sempre milagres e versos pela vida...abraços fraternos de bom dia.

Estrelinha disse...

Belissimo poema, por mais que eu ás vezes procure respostas para entender algumas situaçôes chego sempre á mesma concolusão...não entendi nada, amigo continua a escrever, eu gosto de ler os teus poemas...jinhos

Desnuda disse...

Querido amigo,


O que tenho a dizer sobre este belo poema é comum em todos os comentários: verdades! Há que ter a sabedoria do poeta para análise e discernimento sob pena de grandes desilusões e infelicidades várias.

Beijos com carinho e excelente semana. Obrigada pela visita amigo.

xistosa - (josé torres) disse...

Muito se tem falado na inquisição.
Quantos mortos fez?
Fala-se em cinco milhões de mortos em trezentos anos.
Esquecem-se os mais de oito milhões de mortes da Guerra dos 30 Anos.

Uma morte já é uma catástrofe, mas ninguém olha para os números.
A ânsia de sobreviver sobrepõe-se a tudo e a todos.
E dogmas, são aquelas verdades que nos querem impor como mentiras, ou mentiras que passam a verdades.
O ser humano é muito complexo.

Um abração

Ana Martins disse...

Caro Daniel, boa noite!
Com a mestria que lhe é peculiar, nasceu este poema, um grito de verdades nuas e cruas que a serem discutidas, dariam pano para mangas.

O verdadeiro milagre é a vida!
Parabéns!

Beijinho,
Ana Martins

MARILENE disse...

Daniel, excelente seu poema. Lindos versos e muita verdade.
Bjs.

Bandys disse...

OlA Daniel.

Que lindo.
Tanta sabedoria e verdades.
Beijos

Evanir disse...

Querido amigo poeta,Daniel..

O único a fazer milagres foi Jesus
nesse eu acredito.
Seu poema sempre muito bem inspirado e escrito com muita reverencia .
Poeta foi um grito de verdades mais um poema belíssimo meu amigo (Daniel)
Obrigada querido pela sua visita muito me honra seu comentário no meu blog.]
Uma feliz semana beijos.
Evanir.

MARILENE disse...

Entendi o que informou a respeito da nova conta. Como ela não dá acesso aos seus blogs, continuarei entrando pelo Daniel Costa (rs).
Grande beijo!

Everson Russo disse...

Uma tarde repleta de paz pra ti meu amigo...abraços fraternos.

ELAINE disse...

Daniel querido! Nunca canso de me surpreender.... Cada palavra tua é um poema lindo e delicado! Tem Selo Comemorativo pra você lá no blog! Uma quarta-feira abençoada! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
O ser humano se encontra em constante evolução e nunca se acha completo.Por isso que no processo dos dogmas encontra-se os milagres.Esses dois pilares que não é um ensaio teológico,mas um poeta que sempre penetra nos desejos mais profundos e nas suas vivências de dores e calvários.E das suas experiências,faz nascer um poema ecumênico.Só continuo a aplaudir em cada lançamento de mais um poema que crias a cada novo dia...
Abç