A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

POEMA ESCRITORA SEVERA CABRAL




POEMA ESCRITORA SEVERA CABRAL


 Foi outrora afinal
Que procurei cena menos bucólica,
A escritora Severa Cabral,
Nunca terá deixado de a ter como simbólica,
Aposto! Que desigual!
Dentro do seu peito, o não ser melancólica
Luta como que um ser medieval,
A fazer subir a serra, actual eólica
No FOLHAS DE OUTOUNO é magistral
Que mulher aquela! Carismática, quiçá apostólica!
Sem deixar o seu lado sensual.
A sua razoabilidade, diria, angélica!
Serena, actual!
Serenamente, prosaica, poética
Numa vertente coloquial,
Que se pode ler, imaginando réplica,
Réplica verbal,
De descrer, apenas imagética
A escritora Severa Cabral,
Mulher sábia, talvez lhe advindo da genética,
Apresentando simplicidade intelectual
Temente e profética
Reverente, tanto como irreverente, proverbial!
Dedução; vezes menor, sempre benéfica
Eu poeta, usou visão sensorial,
A tentar desnudar o intelecto dessa mulher simbólica,
Que escreve gostosamente bem, Severa Cabral 

Daniel Costa





12 comentários:

Everson Russo disse...

Belo poema meu amigo...é sempre bom encontrar o verso com a musa...abraços fraternos de bom dia.

edumanes disse...

Esse poema bem pensado
Por Daniel Costa escrito
No inferno desfolhado
Na primavera de folhas protegido!

A pensar nela sedutora
A venho encontrar aqui
Severa Cabral (escritora)
Confesso que sempre linda a vi!

Virtualmente com certeza
Boa tarde amigo Daniel Costa
Que o futuro não seja incerteza
Do bem estar toda a gente gosta!

Continuação de bom ano novo para você, e para toda a sua família.
Um abraço
Eduardo.

edumanes disse...

Corrijo: A palavra INFERNO para no INVERNO desfolhado!

Bandys disse...

Ola Daniel,

Não pude vir antes porque estava viajando, e por Onde fui nem internet tem.

Mas ja cheguei e estou aqui para desejar um feliz 2013 repleto de paz e recheado de amor.

Quem mais senão você pra falar tão distintamente de sua musa.

E a Severa é daquelas modelos que a gente não cansa de olhar.

beijos.

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !!!!!!
Ser homenageada com esse poema,me sinto como uma melodia que faz aquecer meu coração.Lendo cada verso fiz uma canção flauteada pelo som das minhas mãos,com os acordes do carinho ,ficou ecoada pelo agradecimento.
Mas uma vez me conscientizo que o escritor tem o poder de observar detalhes,assim você tirou minha radiografia e dedilhou em forma de poesia.Que poeta você se transformou hém ? Em versos fizestes secretamente um hino com o som da transgressão do qual já te tornastes um colecionador de poemas nominais ,Com a tua criatividade já ganhei alguns poemas,do qual abrigo no meu coração com carinho.Hoje agradeço mais um que ganhei.E estou assim bem ,rsrsrsrrsrs,sorridente...
Hoje deixo um abraço bem especial pra ti ,como forma de agradecimento ...

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo,,abraços fraternos.

MARILENE disse...

Que belo canto à Severa, merecidamente homenageada por você, no primeiro dia do ano. Bjs.

Gracita disse...

Estimado amigo Daniel.
Lindos versos a descrever a bela musa Severa Cabral. Com propriedade ímpar enalteceu a exuberante poetisa.
Beijinhos de amizade
Gracita

AFRICA EM POESIA disse...

Daniel

neste novo ano desejo o melhor do mundo e...


Novo Ano
Nova Vida
Nova Esperança...
Novo Recomeçar...

E neste Ano

Eu quero
Nova vida
Nova Esperança
Novo Renascer...


um beijo

BlueShell disse...

Gosto e conheço Severa Cabral (do blog e de seus textos) Uma Linda e Garnde mulher.

BSgell

Everson Russo disse...

Um bom final de semana pra ti meu amigo..abraços fraternos.

Evanir disse...

Meu amigo querido.
hoje me sito muito distante de si ,mais não esqueço o quanto foi lindo
quando a gente trocava algumas palavras pelo MSN.
Com a chegada do face a maioria se comunica por ele infelizmente meu tempo ñ me permite face e blog tudo ao mesmo tempo.
Dani sito muito sua falta .
Espero que esteja bem de saúde é tudo que mais lhe desejo.
Feliz 203 um abraço bem apetado,Evanir.