A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

sábado, 19 de setembro de 2015

POEMA QUANDO FUI GUERRILHEIRO



QUANDO FUI GUERRILHEIRO
 
Embarquei em Janeiro
Para imposta aventura
Quando fui guerrilheiro
Pareceu sorte, postura
A guerra seria mealheiro
Via nesse, glória e fartura
Pagela, arte de cavaleiro
Metralha na contextura
De Peniche, não penicheiro
Nunca estive lá, em má altura
Quando fui guerrilheiro
Esqueci a agricultura
Adreguei ser cavaleiro
Num sertão de mata pura
Nambuangongo brejeiro
Regressos sem agrura
Terminei a ser mor rancheiro
Nomeado, doçura
Em posto fronteiro
Feliz conjuntura
Quando fui guerrilheiro.
 
Daniel Costa
 

12 comentários:

Ivone disse...

Que lindo de te ler, sua história é uma glória né amigo?
Quando fostes Guerrilheiro, além disso foste um tremendo guerreiro, sim quando vencestes a aproximação da morte em ocasião do seu AVC,me lembro sempre de tudo o que leio sobre meus amigos!
Tenho-lhe imenso carinho, seus poemas são maravilhosos, sua mente é de um adolescente, deixo aqui um abraços bem apertado!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Daniel os versos são lindos,mas essa foto é sua?
Você foi guerrilheiro?
Bjs e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia.

✿ chica disse...

Gostei de saber mais de ti,Daniel! Valeu a poesia!abraços,chica

Salete disse...

Gostei de saber que por trás de um guerrilheiro há uma pessoa doce e humana.
Poema lindo, querido.

Beijo e bom fim de semana.

Bandys disse...

Oi Daniel,

Por tras de um poeta romântico
tem um homem tambem guerreiro.
Adorei o poema, muito bom.

beijos. feliz domingo.

Ricardo- águialivre disse...

palavras em recordação, quiçá desabafo de um coração algo melindrado com o destino. Mas tudo na vida vale a pena quando a alma não é pequena
.
Domingo feliz
Deixo cumprimentos

Magia da Inês disse...

✿༽
Você foi verdadeiro guerrilheiro quando venceu o AVC conforme nos conta a Ivone do primeiro comentário... o resto... não sei... não gosto de nenhum tipo de guerra ou guerrilha.

Ótima semana, amigo!
Beijinhos.
✿✿ه✿✿ ܓ

Profª Lourdes disse...

Passando para visitar este cantinho que amo, me desculpar pela demora em vir agradecer seu carinho de me visitar sempre, problemas todos temos mas, tem momentos que algo nos impede, falta tempo, internet ruim cinco finais de semana sem conexão, mana operada na minha casa, graças a Deus tudo bem com ela e outras situações que me fez ficar ausente. O importante é que estou aqui , mesmo com esse comentário colado para lhe dizer que és muito importante para mim e principalmente para Deus que te ama muito.
Um Domingo abençoado e um início de semana na paz, saúde e muito amor.
Deixo esse pensamento de Dalai Lama e sua resposta quando questionado: O que mais te surpreende na Humanidade?
E ele respondeu:
- Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido.

Vamos viver melhor e não deixar que a vida passe por nós. Abraçosss
Lourdes Duarte.
http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
Prof Lourdes Duarte http://pensador.uol.com.br/colecao/lourdesduarte/

Bandys disse...

Oi Daniel,
Sim, tinha esquecido que quando comecei
a te ler, acho que era um tipo de diário.
Muito legal isso.
Aqui não temos guerra declarada,
mas estamos numa guerra obscura.
E claro não devemos perder a doçura.

Beijos
feliz domingo

Nal Pontes disse...

Que lindo Daniel saber que foi um guerreiro. Sim um guerreiro que hoje
transformou tudo em uma linda poesia. Um abraço amigo. Amei a poesia.

Marta Vinhais disse...

Recordações.... Uma época vivida...
Gostei...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

São disse...

O seu poema fez-me lembrar Manuel Alegre...

Bom resto de semana