A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 7 de fevereiro de 2016

POEMA MAR DA SAUDADE




MAR DA SAUDADE
 
Amar com ansiedade
 Doce mar a embrumar
Mar da saudade
Vida de amor a perfumar
Desejar a beldade,
Marulhar a inflamar
Beleza de profundidade,
Búzio da beleza escutar,
Enfrentar a continentalidade
Rodear o espumar,
A sua diversidade
Fidelidade a aprumar
Desejo em continuidade
Espera a alfazemar,
Esperança de copiosidade
Mundos a diplomar,
Atingindo a objectividade,
Tendente a tudo legitimar
Com veracidade
Para além do oceano, do mar
Mar da saudade.
 
Daniel Costa
 
 
  

10 comentários:

✿ chica disse...

Poesia encantadora,Daniel! Fotos idem! abraços, chica

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Muito lindo o seu poema, Daniel! Aliás, gosto muito de sua página e de suas poesias encharcadas de sensibilidade.
Obrigada pelo comentário e visita.
Abraço carinhoso,
Maria Luiza

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

*Para além do oceano, do mar* *Mar da saudade.* Muito lindo e não só isso. Todo o poema.

Beijo*
Renata

MARILENE disse...

Esse mar de saudade é infinito (rss). Sensibilidade não lhe falta em suas criações. Belo, Daniel! Abraço.

Marta Vinhais disse...

Como sempre...um poema suave e delicado...
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

Blog da Gigi disse...

Ótima semana!!!!!!!! beijos

Graça Pires disse...

"Amar com ansiedade". Todo o poema nos indica isso...
Beijo.

Salete disse...

Um poema ao ritmo do mar... mar da saudade.
Muito lindo, Daniel.

Beijinho.

São disse...

O mar é intenso, o poema também


Alegre Entrudo :)

Bandys disse...

Lindo poema, o mar sempre é intenso.]
beijos