segunda-feira, 20 de março de 2017

POEMA AMOR VIAJANTE

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

AMOR VIAJANTE

Activo e cintilante
Sonho de prata
Amor viajante,
Terno em serenata
Eterno, palpitante
Viajando remata
Assaz acutilante
Configurando acrobata
Amor vivificante
Hodierno diplomata
Pujante, aglutinante
Outono de cantata
Amor viajante
Usando gravata
Pose de Almirante
Singular bravata
Vetusto e elegante
Rumo de regata
Brilho de diamante
Amor em cascata
Amor viajante


Daniel Costa

6 comentários:

Ana Bailune disse...

Todo amor viajante um dia encontra um porto seguro.
Belo, Daniel!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Suas poesias nos encantam Daniel!
Bjs e um ótimo dia.
Carmen Lúcia.

Marta Vinhais disse...

Uma viagem ao Sol...da paixão... do amor...
Beijos e abraços
Marta

Célia Rangel disse...

Um amor viajante sempre estará em busca... Mas, ao encontrar o verdadeiro amor, eterniza-se.
Abraço.

Graça Pires disse...

"Outono de cantata
Amor viajante".
Tocou-me.
Um bom fim de semana.
Beijos.

Dorli Ramos disse...

Oi Daniel
Sempre tive medo de ter um amor viajante, pois de repente o amor se atraca n'outro e alguém sofre.
Beijos
Minicontista2