A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

sábado, 19 de agosto de 2017

Nat King Cole An Evening With Nat King Cole HD - POEMA CAMPONÊS NATURALMENTE



Love it! Want it!


CAMPONÊS NATURALMENTE

Camponês naturalmente
Não sendo de civilização de casta
Nascer nessa condição é-o obviamente
Partir dessa origem é apriorista
Não fatal, evidentemente
Porém é um caminho adventista
Algo redutor, primeiramente
Somente aceite como generalista
Camponês naturalmente
O poeta – jornaleiro nascera humanista
Cumpria integralmente
Não se sentia camponês, talvez iluminista
De vigor rigoroso e diligente
Indubitavelmente altruísta
Vigoroso e convincente
Camponês naturalmente

Daniel Costa

3 comentários:

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde, amigo Daniel,
ouvir Nat King Cole é divino.....
Seu poema Camponês Naturalmente nos leva a algumas leituras.Quantos nascem sem casta e sofrem devido a isto, pois o preconceito também os persegue .Dizer o quê?
Poeta - jornaleiro, nasceu humanista, cumpriu seu dever com dignidade, foi iluminista, foi camponês naturalmente, mas vigoroso e convincente.
Amigo, Daniel gostei muito de ler seu poema, espero que goste do que escrevi, pois pensei, analisei e decidi deixar esta mensagem. Grande abraço!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Daniel! Eis que mais uma vez, nos brindas com mais uma das tuas belas criações, só que desta vez, muito bem ilustrada com esta linda jovem, e abrilhantada com a presença do grande Nat King Cole neste belo vídeo. Parabéns!

Abraços,

Furtado

http://pensandoempoesia.blogspot.com.br disse...

Bom dia Daniel, Nat King Cole, voz marcante e inesquecível.
Quanto ao poema,cCom ou sem casta, somos todos filhos de Deus, creio que é o que importa.òtimo poema.

Dia azul, desejo a você.
Abraço!