A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

POEMA SÉTIMO CÉU

Vestidos de Renda amarelo

SÉTIMO CÉU

Sétimo céu,
Sétimo dia
Sentimentos ao léu!...
Manto da Virgem Maria,
Paixão de véu!
Até à idolatria,
Sétimo céu,
Amo-a com magia
Imaginando Galileu,
Instinto de galhardia
Flor, de androceu
Vivência de concórdia,
Sétimo céu,
Música em rapsódia
Doce jubileu
Vitória da galhardia
Ela e eu
Formação de abadia,
Grandeza de museu
Eterna estadia
Sétimo céu


Daniel Costa

7 comentários:

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma fotografia que ilustra muito bem este magnifico poema "sétimo céu".
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Jaime Portela disse...

Magnífico poema.
Como sempre, aliás.
Bom fim de semana, caro Daniel.
Um abraço.

✿ chica disse...

Lindo poema,Daniel! abração, tudo de bom,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema encantador Daniel!
Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Célia Rangel disse...

Um momento de reflexão sobre o amor / o amar / e o deixar-se ser amado! Belo momento!
Abraço.

Profª Lourdes disse...

Boa tarde amigo!
poema lindo com rimas perfeitas típicas de um poeta como você amigo! Parabéns!
Com desejo de muita paz, para que seu fim de semana seja abençoado, deixo esse lindo pensamento de Roupa Nova “A vida tem sons, que pra gente ouvir precisa aprender a começar de novo. É como tocar o mesmo violão e nele compor uma nova canção”.
Abraços da amiga Lourdes Duarte.

Bell disse...

O número 7 é o numero da perfeição.
Perfeito poema.

bjokas =)