A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 13 de maio de 2009

poema




PRESSA DE VIVER


Tenho pressa de viver
A um oitavo de década
Na segunda encarnação
Da primeira, nada arrepende
Recuperei a pressa de viver
Pois então!
Que hei-de fazer?
Se tenho pressa de viver?
Reparo que ainda estão
A fazer labiríntica gestão
Não acabaram os “boys”
Pois então
A segunda encarnação
Será mais curta
Porque tem de ser
Tenho pressa de viver
Traduz empurrar
O natural acto de morrer
Naturalmente é fazer jus
Ao ditado que diz:
“Deitar cedo e cedo erguer
Dá saúde e faz crescer”
Ou seja alargar o tempo
Nesta encarnação também uso
Tenho pressa de viver
Não ao desuso
Quem vai, com desejo de morrer
Deixo passar, quero viver
Abrir as mãos e dizer
Deixem-me, estou a fazer!
Tenho pressa de viver
Quero recordar
Os meus três anitos
Da tia que então feneceu
Da miúda, que de mãozinha dada
A subir a Rua me acompanhava
Recordo o desgosto
Porque logo morreu
Sempre com pressa de viver
Fiquei eu!...


Daniel Costa

10 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poema lindo, Daniel. Também eu tenho vontade e pressa de viver. A vida é uma dádiva, por que desejar desfazer-se dela?
Um beijo,
Renata
PS: Apareça no Feminina, há novidades

Sonia Schmorantz disse...

Sempre alguém fica e alguém vai, cada qual com seu ritmo, seu relógio de vida. A pressa só acelera as horas, bom mesmo é acordar num dia maravilhoso e sorver cada minuto como sorvete de morango, depois só Deus sabe.
abraços e lindo dia

Roderick disse...

Não há que ter pressa de viver. E isso dos "boys" semrpe haverá. Não é de hoje. Infelizmente.

poetaeusou . . . disse...

*
quem tem pressa
fica á espera . . .
,
um abraço,
,

Angela Guedes disse...

Oi Daniel!!!
Lindo texto...
Temos de viver o máximo, tornando nossa vida e das pessoas ao nosso redor ainda melhor.
Abraço
Angela

Angela Guedes disse...

TÔ DE VOLTA.
Tem um selinho para você no meu blog.
Um beijo
Angela

Desnuda disse...

Tenho sede de viver, amigo! E confesso que após os 50 anos preciso apressar-me para usufruir o máximo, com saúde e entusiasmo. Lindo poema, Daniel!



Beijos

SAM disse...

Desnuda é tão apressadinha que veio na minha frente! rsrs


Bom fim de semana, Daniel! Beijos

Ana Martins disse...

Caro Daniel,
um lindo e perfeito poema, num verdadeiro hino à vida... Parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins

Laura disse...

Recordar, nem smepre é sinónimo de alegrar, mas, haverá sempre belas recordações...Um beijinho da laura.