A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 16 de junho de 2009

poema

O PRIMEIRO SELO QUE ME FOI OFERECIDO, VIA E-MAIL, HÁ CERCA DE UM ANO POR RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO, DA GALERIA RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO, UM BLOG QUE SEMPRE ADOREI. CURIOSAMENTE FOI PROPOSTO PARA O TOP 30 DO BRASIL.
PORQUE ME AGRADA, RECOMENDO-O E RECOMENDO QUE VOTEM NA GALERIA. O BLOG DEVE SER ORGULHO DE QUEM O ADMIRA.
DEIXO AS CONDIÇÕES DO PRÉMIO:

TOP 30 é um concurso mensal, gratuito, no qual os sites participantes concorrem pelo sistema de votação. Os 20 sites mais votados de cada categoria recebem um selo, especificando a categoria em que este está inscrito, sua respectiva colocação e a edição do concurso na qual receberam-no. Os prêmios em dinheiro são fornecidos até aos 5 sites mais votados na categoria GERAL e aos que obtiverem a primeira colocação nas demais categorias. A categoria GERAL abrange todos os sites cadastrados no concurso. Veja os valores recebidos em cada uma das colocações:

link da GALERIA: http://wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
link do perfil: http://www.blogger.com/profile/02727774727738812201




SANTO ANTÓNIO

Dizem-te por aí demónio
Serias enquanto Fernando de Bulhões
Depois Santo António
Coisas da magia dos poetas
Nasceste nesta Lisboa
Que te dedica arraiais e festas
Morreste em Pádua
Que te tem como das suas gestas
Em Lisboa, na fonte esperavas garotas
Quebravas as bilhas
As bilhas das marotas
Revelavas Santidade às pilhas
Juntavas os cacos
Concertava-las, ficavam maravilhas
Em Pádua pregavas
Para mostrar a tua naturalidade
A Lisboa, usando o dom da equidade, saltavas
Lisboa benfazeja
Que Santo António interceda
Que Deus sempre te proteja

Daniel Costa

Nota à margem:

Santo António de Lisboa festeja-se a 13 de Junho com concurso de Marchas Populares, que desfilam na noite do Santo Casamenteiro, 12/13. Há arraias, sobretudo na Lisboa antiga, com a tradição da sardinha e as febras de porco assadas na brasa. Reina a alegria!...

Por toda a Lisboa se vendem manjericos. Havia o típico pregão: "É regar e pôr ao luaree!"

Outra tradição de Santo António: As fogueiras, onde se queimam alcachofras, deixadas depois pelas moças ao luar. Se voltarem a florir há casamento com o namorado, caso contrário não.

Há cidades do Brasil,onde o Santo António também se festeja.

Curiosamente, sendo o Santo mais festejado, porque popular e nascido em Lisboa, o Padroeiro da cidade é o mítico São Vicente.

Daniel Costa





26 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bom dia, Daniel!
Nossa, ficou boa a postagem do selo, até que enfim vc conseguiu! O poema, sem comentários, pois é excelente como todos os que vc faz.
Tenho um convite a lhe fazer: abri um Blog (transformei o GÓTICO) chamado POESIA EM LÍNGUA PORTUGUESA, onde gostaria de publcar poemas de todos os países que falam a nossa língua, inclusive de blogueiros e blogueiras, como vc.
Mas eu queria que fosse um Blog coletivo. Vc está interessado?
Se estiver, mande um e-mail para que eu possa fazer-lhe o convite:
renata99@ig.com.br
Mas não demore, mande o mais rápido possível.
Já postei um poema. Vá lá dar uma espiada:
http://blogrenatapoesia.blogspot.com
Agora, tenho que voltar a dormir. Quando acordar quero encontrar o seu mail.
Beijos,
Renata

Conversa Inútil de Roderick disse...

Concurso com prémios de selos???

Val Du disse...

É o santo casamenteiro. :)

Beijos

Bandys disse...

Daniel,
Merecido o selo, a Renata é uma expert em filme e o blog dela é caprichoso, cheio de surpresas, muito lindo!Parabéns.

Santo Antonio é santo casamenteiro e protetor da familia, aqui tambem tem festas nas igrejas.

Beijos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A vida é um incêndio:
nela dançamos,
salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!
Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...

(Mário Quintana)

Desejo um lindo resto de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Sonia Schmorantz disse...

Temos uma praia em Florianópolis que também se chama Santo Antônio de Lisboa, a qualquer momento vou divulgar imagens de lá também. Gostei muito do poema!
abraço

Laura disse...

O nosso Santo António, está cansado que o queiram para casamenteiro, mas, o Povo não o larga, ele é mais para encontrar coisas perdidas, enfim...É um Santo de que gosto, embora me lembre pouco d elhe pedir seja lá o que for, mas,d este-me uma ideia, vou pedir-lhe o que andos emrpe à procura, quem sabe, ele me deixa encontrar!..Beijinhos a ti, laura.

Izi disse...

oi,

sou a Izinha do blog magicoolhar, vou tirá-lo do ar e estou substituindo pelo "Simples, assim..."

te espero...
mil beijos!

Laura disse...

Ah, e nem te esqueças que era ele que ia para junto do rio, mar, falar com os peixinhos, e, pelos vistos, eles respondiam-lhe...Acredito. Não precisamos de ser santos, antes, pois não há paciência de Santo, para muito pecador, quando aqui na terra..e por isso ele devia ter mau feitio, mas, quem não o tem, nos dias de hoje? Bolas...
Um beijinho..laura

xistosa - (josé torres) disse...

Os "santos" sempre tiveram algo de místico, ou mítico, de identitários.

Mas na celebração de todos, há sempre festança rija, como não poderia deixar de suceder e nesta época é de uma tradição, a sardinha, manjar dos pobres que mais festejos necessita(va)m.
Comer e beber, sem olhar ao santo, desde que meta peixe e carne e por que não uma sobremesa?
Nós os terrenos, fazemos bem, para que a vida seja bem vivida.

Um abração e até ao S. João.

Sonia Schmorantz disse...

Hoje vim deixar meu abraço e meus votos de um excelente final de semana, que tudo lhe seja bom.
abraço

Laura disse...

Num xabia que o santo esperava a sparigas na fonte e tal o impeto que até partia as bilhas da sninas, seria verdade? olha que custa a acreditar, mas,s ei lá, os tempos eram outros e ele ainda nem era santo,assim; do mal a menos..Beijinhos. laura.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Daniel.

Vai se entender essa "concorrência" entre os santos, né? :-)

E Santo Antônio tem que ser bem festejado, afinal ele é O Santo Casamenteiro. Aqui e aí e quem sabe acolá! :-)

PARABÉNS pelo selo!

E maravilhosa a poesia mostrando a vida de Santo Antônio. Linda!!






EXCELENTE DOMINGO PARA VOCÊ!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Whispers disse...

Olá Daniel!
Sempre é agradável receber um selinho ou mimo dos amigos,teu blog merece muitos.

Agora concursos de Blogs,desculpe ser sincera,mas acho uma perda de tempo.
Todos os blogs que visito os acho os melhores,São aqueles que me agrada ler,que me dizem algo,não porque São os mais famosos ou tenham os mais comentários....
Em meu pensar,dizem todos algo,algo que se começa a aprender a conhecer as emoções do autor que esta por detrás desta tela.

Minha primeira língua não é o Português,por vezes sei que não o escrevo corretamente
Mas é nesta língua dos meus Pais que encontro os mais lindos poemas, e sem ser, em blogs


Quanto ao teu lindo poema

Posso dizer que és um poeta,um poeta que brinca com as palavras e que delas faz rios de emoções

Me agrada te ler, me agrada as tuas visitas
Um beijinho e boa semana
Whispers

Ana Martins disse...

Santo António estará pois orgulhoso de tão lindo poema.

Beijinhos,
Ana Martins

poetaeusou . . . disse...

*
ai, Fernando, Fernando,
de Bulhões, Bulhões,
já não há tostões,
neste grande desmando,
,
um abraço,
,
*

Sonia Schmorantz disse...

Está tudo bem com você? Há dias não vejo postar, nem comentar, nem escrever...gosto de saber que meus amigos estejam bem.
Um abraço e boa quinta-feira

Desnuda disse...

Amigo, Daniel! Amei esta informação em forma poética! Que maravilhaaaa! Ah, e onde estava fui a Igrejinha de Santo Antonio de Lisboa, ´perto do hotel onde estava hospedada.`Parabéns pelo selo que este blog faz jus pelo conteúdo rico e brilhante talento do autor.


Grande beijo!

Val Du disse...

Oi, Daniel.
Por onde andas?
Já tenho sentindo sua falta.:)

Beijos

Val Du disse...

Opa, sentido :)

xistosa - (josé torres) disse...

Estou sem internet e a recompor-me duma gripe de caixão á cova.

Para colocar comentários vejo-me aflito, porque não há gravação e sem contar fico sem o comentário, antes do o enviar.

Estou num país perto da Somália, onde os rebeldes eritreus destroem tudo ... se não é parece.
Andam duas "avezinhas" a voar pelas linhas telefónicas e continuo na mesma.
(não sou só eu, mas os problemas alheios, são me dão força para reclamar)

Vou tentar andar por aí.

SAM disse...

Beijo saudoso, Daniel!

VANUZA PANTALEÃO disse...

Andas sumido, Daniel!
Tudo bem!
Olha, Santo Antonio é o Padroeiro máximo de Nova Iguaçu, tanto assim que a relíquia de sua Divina garganta já veio parar em nossa paróquia e eu a vi de muito perto.
Grande Santo, quem sabe, ele realize o milagre da sua honrosa presença em nossa página.
Um abraço bemmm carinhoso!!!

Ana Martins disse...

Espero que tudo esteja bem consigo Daniel. Estou a estranhar a sua ausência de posts e visitas.

Beijinhos,
Ana Martins

mariam disse...

Daniel,

Muitos Parabéns a Renata!

o seu poema, Daniel, é belíssimo, como sempre.

deixo uma mão-cheia de cerejas e o meu sorriso :)
mariam

nota:já estava com saudades deste 'Universo' tão especial... mas tive alguns problemas informáticos rsrs

Carla disse...

lindo selo e também gosto do blog da Renata
beijo