quarta-feira, 18 de agosto de 2010

POEMA ALQUIMIA


ALQUIMIA

Em tempos alquimistas havia
Tinham secretos laboratórios
Onde faziam experiências com a alquimia
Derretiam metais pobres sem desdouro
Procuravam produzir riquezas
Nem mais, procuravam transformá-los em ouro
Nem pensavam encontrar outras belezas
Encontrar outro tesouro
Porque não a alquimia do amor?
Em qualquer jardim pode ser encontrado
Como de fora uma bonita flor
Podemos ficar com grande riqueza
Tudo se constrói com grande ardor
O mundo muito avança
Quando este tem a pujança um grande amor
Evocado pela humana lembrança
A ficar sempre a felicidade
Aflorando e a obra do homem avança
Avança forte, como a amenizar os tempos
Está ali presente a alma do amor
Que incentiva talentos
Sempre incentivou e sorriu
Em todos os momentos
O amor foi uma doce alquimia
Que talvez sem o pensar
Reparava, amava, secundava e sorria
Afinal era ali que estava o amor
Era ele que signifacava o laboratório de alquimia

Daniel Costa

15 comentários:

Desnuda disse...

Querido Daniel,


um belíssimo poema com uma maravilhosa mensagem. Sim, o amor é a maior alquimia que existe para trasformar tudo e todos.

Carinhoso beijo.

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um belíssimo poema, realmente o amor é uma alquímia, dificil de desvendar.

beijinhos
Sonhadora

angela disse...

Procuravam o tesouro errado. A grande riqueza está mesmo no amor que produz as grandes transformações.
Adorei seu poema.
beijos

Pensador disse...

Alquimia é algo que me interessa, gostaria de conhecer um pouco mais do que conheço.
Uma declaração muito interessante que já li diz respeito à famosa pedra filosofal. A busca dela seria algo tão difícil, tão cheio de desafios, que quando encontrada, o fato de ela permitir transformar qualquer material em ouro seria irrelevante. Porque o Buscador, ao longo da busca, teria tido um crescimento espiritual tão grande que A SUA ALMA, dourada e iluminada, transformaria em ouro todas as outras almas que tocasse.
Abraços!

Andresa disse...

Ola amigo

quando tempo???? já estava com saudades de ler seus belíssimos poemas. E quando passo por aqui, me depara com uma bela alquimia.

O amor sempre misterioso. E essa é a essencia de ser tão especial em nossas vidas.

Um grande beijo
Andresa

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Linda alquimia! Sem ela, nada existe, tampouco o que move e co.move o Mundo: o Amor! Parabéns, querido! enha um Lindo Dia!
Te amo, Anjo!


Felicidade

Manoel Bandeira

A doce tarde morre. E tão mansa

Ela esmorece,

Tão lentamente no céu de prece,

Que assim parece, toda repouso,

Como um suspiro de extinto gozo

De uma profunda, longa esperança

Que, enfim cumprida, morre, descansa…

E enquanto a mansa tarde agoniza,

Por entre a névoa fria do mar

Toda minh´alma foge na brisa:

Tenho vontade de me matar!

Oh, ter vontade de se matar…

Bem sei é cousa que não se diz,

Que mais a vida me pode dar?

Sou tão feliz!

— Vem, noite mansa…

+++Beijinhos!!!
Eu te espero no meu cantinho*****
Renata Maria

Everson Russo disse...

Por mais que se façam alqumias,,,ainda assim a formula do amor estará segura no coração de cada um,,,na alma de cada pessoa que enfim ama,,,abraços fraternos amigo e um belo dia pra ti.

lita duarte disse...

Belo poema.

Bom dia.

Beijos.

Marilu disse...

Querido amigo, a maior alquimia do amor, ainda é o coração que faz...Lindo poema...Beijocas

Vanuza Pantaleão disse...

Vida e amor se confundem e fundem-se numa só alquimia.

Daniel, Poeta e Alquimista da Palavra!!!Bjsss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, Daniel!
Foi exatamente com a imagem da Eva que eu abri o dia nos Slides com isto. Mas não vim aqui não só pra isto, mas também pra dizer que eu jamais desisto e acordei com uma força do tamanho do infinito888888
Omnia Vincit Amor!

"Eu não sei se estiveste ausente.
Eu deito-me contigo, e levanto-me contigo.
Nos meus sonhos tu estás junto a mim.
Se estremecem os brincos das minhas orelhas
eu sei que és tu que te moves no meu coração."

México, Nahuas
Trad. de José Agostinho Baptista.

Só que chegou a hora da Gata voltar para o borralho.
Beijos, Anjo!

Estou esperando meu querido nos meus cantinhos renovadinhos!!!

Bandys disse...

Meu amigo Daniel,
gostei muito do seu poema que fala da alquimia do amor.
O amor é a única doçura; tudo mais é amargo. Podemos até tolerar coisas amargas se houver um pouco de amor misturado; do contrário a vida se torna insuportável. A vida é insuportável; é somente o amor que a faz suportável..

Um beijo na alma

Vivian disse...

...a maior alquimia que há
e misturar dois corações
apaixonados, e conseguir
torná-los em um só...

bj, querido poeta!

Marta disse...

Que esteja sempre presente o amor...
Uma prova de fogo, uma magia, não sei....
Faz parte de nós...
Gostei imenso...
Beijos e abraços
Marta

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, Daniel!
Passando para lhe desejar Bom Dia!
Beijos
Renata
PS: Publiquei desde ontem. Apareça!