sexta-feira, 29 de julho de 2011

POEMA MARIA RODRIGUES

                              

                           

MARIA RODRIGUES

“Esta Lisboa bendita
Feita cristã para viver
Ela é a menina bonita
De que tem olhos para ver”

A quadra tem razão de ser
Da letra da marcha dos anos cinquenta
Tudo tem para a engrandecer
Viver em Lisboa é como viver num paraíso
O poeta pode isolar-se mais para escrever
Pode estar-se no meio de uma multidão
Como um homem só
Se reflecte e toma atenção
De repente observa a mulher bonita
Exteriormente, pensar no seu íntimo o coração
Deuses… É como se visse uma flor
A desabrochar em calor humano, então!...
Foi assim que vi e observei
A mulher com grande poder de investigação
Maria Rodrigues uma mulher de intenso pudor
Metódica no seu labor de humana rectidão
Temos pois Maria Rodrigues um amor
Sobretudo para os seus
Que pensa no semelhante, com o seu labor
Oferecendo-lhes, como que em bandeja
Fotos e pensamentos de belo sabor
Denota um viver de harmonia
É como um diamante lapidado de valor
Por Lisboa vagueia Maria Rodrigues
Como mais uma flor
Do jardim que é a capital de Portugal
Maria Rodrigues empresta perfume e olor
Em fragrância muito real

Daniel Costa

Como Maria Rodrigues o fado mora em Lisboa, aqui nasceu. Sedo assim, Lisboa é a capital do mesmo, estou em que crer que a segunda será São Paulo, Brasil. Abram o link e ouçam a minha amiga, a fadista Conceição Freitas, a canta-lo e a ser entrevistada no programa, MARIA PAIVA ENTREVISTA:

21 comentários:

Vanuza Pantaleão disse...

Meu querido,
Quando eu pensei em falar na pessoa Daniel senti uma incapacidade terrível, pois tua vida é tão rica e envolvida por tantos acontecimentos que não caberiam em um simples post, mesmo porque conheço minhas limitações literárias e não sou biógrafa. Mas lutei no meu interior para realizar esse humilde trabalho. A fórmula surgiu de estalo e "uma voz" soprou-me aos ouvidos:- Ficcione, transforme o Daniel e Lisboa em uma história e depois os traga para o nordeste com a Ma Socorro. Rebusquei nas minhas lembranças seus gostos de outrora, o vinho e as sardinhas surgiram de súbito. E por esse caminho da minha imaginação segui...
Foi um afago que te fiz, amigo. Um merecido afago a ti que acarinhas a todos os teus amigos.

Ouvi a fadista e a achei forte e autêntica. A apresentadora é bonita e carismática. O fado de Amália sempre me levou às lágrimas e uma das minhas frustrações foi nunca ter assistido a um só espetáculo dela, mas guardo com dedicação um dos seus melhores LPs no clube Canecão no Rio de Janeiro.

Maria Rodrigues, sua amiga e homenageada de hoje me passou a idéia de uma senhora de bem e do bem e você a "fotografou" com maestria nos seus versos.

Lutaste tanto na juventude, meu amigo, mas eis que chegou a tua hora de colheres os frutos da tua semeadura e sabes por que? Porque tens um caráter BOM e sensível.

Mais e mais sucesssooooo, Daniel!

Beijos e um delicioso final de semana nessa nossa Lisboa que por terminar em boa é essencialmente linda e hospitaleira!!!!

Evanir disse...

Querido Amigo E Poeta ..
Hoje estou sem palavras diante da sua postagem.
Uma belissima homenagem
a essa amiga que não me recordo se tem blog.
Gostaria muito de fazer uma visita
a essa linda mulher .
Maria Rodrigues é muito jovem ainda
como sempre você fazendo gente feliz.
Amigo já li os dois livros agora ler tudo de novo .
Quando sair o terceiro esse com certeza vou comprar.
Quero agradecer por ter falado da
pelo carinho com a Capital de São Paulo a quinta maior cidade do mundo.
Amigo você deu uma tremenda caprichada com um fado tão lindo.
Hoje acredito ser um homem realizado venceu vários combate .
E com uma ida ativa em reuniões e na escrita de seus poemas e livros.
Um carinho muito especial por tudo que representa na blogoféra.
Tenho a você hoje como um dos melhores amigos.
Um lindo final de semana nessa Lisboa onde vive um poeta feliz (Daniel)bjs daqui do Brasil sua amiga para sempre,Evanir..

Maria disse...

Querido amigo poeta, quanta gentileza, fiquei muito feliz e sensibilizada por ter-me oferecido este poema maravilhoso. Irei publicar e ficará colocado na barra lateral do meu cantinho. Foi um presente para além do que alguma vez podia pensar receber, agradeço do coração este seu gesto tão lindo.
"Amigos sao anjos que nos deixam de pé quando as nossas asas têm problemas em se lembrar como voar" (autor desconhecido)
MUITO OBRIGADO, amigo Daniel.
A sua amiga Conceição canta o fado maravilhosamente.
Bom fim de semana.
Um beijo do tamanho do infinito.
Maria

Vanuza Pantaleão disse...

Daniel, fui ao Poemas Lusofonia Portugal - Brasil, pois você se esqueceu de me indicar qual o blog. Mas tudo bem, na boa, rs. Adorei o que li e repito o que disse por lá, ou seja, não sejas tímido quanto ao sucesso que estás auferindo. Sucesso este que é fruto do teu árduo trabalho e do respeito que tens por teus semelhantes.
Te abraço mais uma vez e sempre...

PS:Visitei também o blog da Maria e achei-o muito humanizado. Gostei mesmo.

Lua Negra disse...

Parabéns pelo espaço tão carinhoso e cheios de belas palavras.
Bom final de semana.
Abraços de lírios.
Lua. (naturezadeluanegra.blogspot.com)

MARILENE disse...

Suas palavras enobrecem a mulher que, de forma carinhosa, descreveu. Essa honra ela, certamente, não esquecerá.
O fado é maravilhoso. penetra em nosso íntimo. Às vezes nos entristece, mas é em nome de sua beleza.

Bjs.

lita duarte disse...

Oi, Daniel.

Maria é um nome lindo!
O nome de minha amada mãe...

O poema ficou rico e belo, assim como sempre; tu escolhes bem palavras que nos envolvem.

Bjos.

Vanuza Pantaleão disse...

Burrinha que sou, hein? Hahahaha. Eu me antecipei em vir aqui e teu comentário chegou depois. Enfim, me enrolei.
Valeu, meu brasileirão!!!

Desnuda disse...

Querido amigo Daniel,

Que alegria ver aqui um poema dedicado a Maria com belas características apontadas! Com certeza Maria faz jus aos belos versos e linda homenagem.

Parabéns amigos Daniel e Maria!

Beijos com carinho e maravilhoso fim de semana.

Desnuda disse...

Daniel,

Maravilhosa apresentação da fadista Conceição Freitas e dos guitarristas que a acompanham. Fantástico! Obrigada


Beijos com carinho

angela disse...

Tudo belo por aqui: o poema, a homenageada e o fado.
Com carinho deixo um beijo

Maria selma disse...

Amigo e poeta Daniel,belo poema feita a Maria,homenagem merecida a esta amiga muito querida.Bom final de semana.Beijo

Everson Russo disse...

Um belo poema que canta e encanta a beleza da Maria,,,bela homenagem meu amigo...abraços fraternos de bom sábado pra ti.

Evanir disse...

Querida Amigo..
Hoje cai na real conheço a Maria sim é uma pessoa muito especial na minha vida.
Ando com minha cabeça muito preocupada amigo querido .
Um feliz Domingo beijos no coração pra sempre sua amiga,Evanir.
Obs.estou indo no blog da amiga Maria.

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo,,,abraços fraternos.

Jacque disse...

Lindo Poema, amigo... A Maria é um amor !

Evanir disse...

Que sua semana seja de muita paz,
que você seja abençoada (o)a cada minuto.
nunca esqueça que você mora no meu coração.
Que nossa amizade seja para sempre.
Bjs no seu coração,Evanir.

Everson Russo disse...

Uma semana de muita poesia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Marta disse...

Bela homenagem como sempre....
E o fado é o fado....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Bandys disse...

Daniel,
Que bela homenagem. Fiquei encantada.
Essa foto é linda demais.

Beijos e uma semana de muita luz.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo querido...abraços fraternos.