A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

POEMA FLOR DO JASMIM

<br/><a href="http://oi44.tinypic.com/juiezq.jpg" target="_blank">View Raw Image</a>


FLOR DE JASMIM

Linda flor se desenvolvia no meu jardim
Reparei melhor no canteiro
Ai se criava a flor do Jasmim
Fiquei fascinado com a alvura da flor que se apresentava
Talvez parecesse alienado, sou assim!
Pareceu sorrir
Sorrir ao jardineiro, a mim
A flor existe em forma pessoal
Sempre sorridente
Chama-se Severa Cabral
No nome Costa, tinha de ter é evidente
Sorridente é um bem natural
A Sensualidade de Severa é latente
Adoro essa mulher
Tal mulher que me sorri feliz, é assim
Tal como a emoção
Me fez sentir frente ao canteiro do jardim
Também feliz por estar
Junto ao alvo canteiro da flor do jasmim
O jardim sempre me encanta
Tal como a Severa, a mulher
Que para transportar o bem não precisa ser santa
O seu tom e sorriso é dom
Um dom que qualquer ser encanta
A minha flor de jasmim
Me toca a alma
Sempre que vou mirar o jardim
Lembro Severa Cabal
A flor, seu encanto, olhando para mim

Daniel Costa

27 comentários:

lita duarte disse...

Que lindo... que linda!:)

Jasmim tem um perfume especial.

Bjos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Daniel! Passando para apreciar este belo poema em homenagem à nossa amiga Severa, assim como, agradecer a honrosa visita e o gentil comentário deixado lá no nosso humilde espaço.

Estamos retornando às atividades, com a esperança de continuarmos merecendo o seu valioso apoio, um dos principais esteios de sustentação do nosso cantinho.

Época naturalista (1850-1890)

O naturalismo inicia-se com o exilo de Victor Hugo e o golpe de estado de Louis Bonaparte; é a época em que a burguesia pretende organizar definitiva e exclusivamente a sociedade de acordo com o espírito e, assim “restaurar” a ordem... Ops! Leia o resto no Literatura & Companhia Ilimitada.

Rosemildo Furtado.

Severa Cabral(escritora) disse...

Querido Daniel!
Para chegar aqui estou recebendo os últimos raios de sol do meu céu...
É nas mãos dos poetas que as coisas insignificantes se transforma e até exala perfume...
Deixo prá ti tbm um pequeno poema que pontifiquei ao ler o seu,junto com a minha saudade do jasmim.

FLOR DA MINHA INFÂNCIA (jasmim)

Quero juntar o meu odor
a uma flor de jasmim
deixado pairado no ar
com o perfume que encanta
e na saudade de infância
faz morada num ritual sagrado
com o meu silêncio...

Severa Cabral(escritora)

bjs querido!de agradecimento...

Eu quero eu Posso eu Consigo ! disse...

Lindo , Amei Jasmim Tem um Perfume Maravilhoso !

Marcia disse...

Lindo poema meu querido,bela homenagem,um bjo!

Cecília Romeu disse...

Daniel,
parabéns pelo poema!

A Severa com certeza é uma mulher inspiradora, fonte de alegria e renovação para muita gente aqui na blogosfera.Creio que você pegou a essência dessa nossa querida amiga!
Parabéns!

Parabéns também a Severa pela pessoa linda que ela é!
Abraços aos dois !!!

。♥ Smareis ♥。 disse...

Adorei Daniel, Severa é merecedora desses belos versos.
Beijos e ótima semana amigo.

Pena disse...

Estimado Amigo:
Uma bela e fabulosa homenagem a uma brilhante e sensível poetiza de sonho: Severa Cabral!
Os seus versos maravilham de ternura e emocionam pela grandeza do ser e estar desta linda amiga.
Excelente.
Ela merece, por completo.
Fascina com o seu versejar de ouro puro.
Abraço amigo ao seu precioso talento e beijinhos a ela.
Com respeito e no maior estima por poetiza tão extraordinária.
Sempre a admirá-los.
Agradecido pelo carinho expresso no meu blog.

pena

Everson Russo disse...

Bela flor de jasmim,,,linda homenagem em versos a nossa querida poetisa Severa...abraços fraternos de bom dia pra ti meu amigo.

VILMA PIVA disse...

Linda poesia homenagem à nossa querida amiga Severa. Esse sorriso que ela tem perfuma nossos corações de alegria!! Parabéns pela poesia que bem retrata nossa amiga nesse jardim de amizades e poesias. Bjs.

Bandys disse...

Daniel, e suas musas inspiradoras.

Lindo

Beijos

Marta disse...

E quando há um sorriso tão completo e tão franco....
O aroma do jasmim é perfeito....
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Maria selma disse...

Amigo Daniel que encanto,amei muito,lindo,lindo sinceramente...
A amiga Severa merece esta doce homengem...Parabéns aos dois e em especial a você copm este poema maravilhoso,
Muito grata pelo comentário carinhoso no Chá,
Beijos amigo poeta,

Carmem disse...

Lindíssimo!!;)

Ivana disse...

Olá Daniel,
A Severa é essa amiga muito bacana que você descreveu, quando ela chega no meu cantinho também sinto essa alegria evidente nas suas palavras. Bela homenagem em versos, parabéns poeta pela sensibilidade, e amizade. Severa, você tá ficando cada vez mais famosa, rsss
Um abraço!

MARILENE disse...

Ser lembrada ao se olhar o jardim é motivo de grande alegria, pois nele só encontramos perfume e encantamento.

Beijos!

isa disse...

Um lindo poema a alguém especial nesta nossa blogosfera!
Uma homenagem merecida!
Beijo.
isa.

Everson Russo disse...

Um dia repleto de paz pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Tunin disse...

Belo poema, poeta! E merecedíssima homenagem. Aliás cheguei até aqui pelas letras da Severa Vou te seguir.Gostei de tudo o que li e vi.
Abração.

AyméeLucaSs disse...

Severa me convidou para conhecer o seu o blog e ver a linda homenagem que ofertou para ela.
Realmente ela é merecedora de grandes troféus, e nao teria troféu melhor que um poema... E principalmente um sigelo poema como este. Parabens, seu o poema é belo e imagino o quanto ela o amou!
Um abraço
Aymée

Vera Lúcia disse...

Olá Daniel,

A Severa despertou-lhe uma bela inspiração.
O poema ficou lindo e faz jus à Severa, que alegra a todos com seu alto astral e carisma.

Beijos.

Mariazita disse...

Boa noite, Daniel
Estive no "OLAVO", li, e quando cliquei em comentários... puf!desapareceu tudo e não pude comentar.
Esse teu blog é o 8º. em que isso me acontece - não consigo entrar nos comentários.
O meu blog está com um problema (agora já são dois) que não me deixa fazer-me seguidora de nenhum blog. Desde o dia 7 deste mês que estou trocando emails com o Blogger, e até agora não solucionaram o assunto.
Para além disso, surgiu posteriormente esta dificuladade de entrar nos comentários de alguns blogs...Também já os alertei para isso.
Nada posso fazer a não ser esperar que eles resolvam o assunto.
Mas faz-me cá uns nervos que nem podes imaginar!!!

Este teu poema de homenagem à Severa está muito bonito.
Como sabes sou muito amiga dela, aprecio-a bastante, por isso acho muito merecida a tua homenagem.

Continuação de boa semana. Beijinhos

PS - A escrita do meu livro segue lentamente. Ainda só escrevi umas 120 páginas do Word... mas um dia há-de chegar ao fim, espero...:)

Toninhobira disse...

Um mimo e uma linda definição desta magnifica pessoa,que nos passa alegria e paz.Como um gatinho que nos aconselha a não desesperar.Parabens Daniel pela bela inspiração nesta espoleta alva de bela de versos lindos.
A Severa merece todo este carinho.
Meu abraço.

Ma Ferreira disse...

Mammy..
Linda homenagme..lindo poema...
Vc merece..flor.
Daniel..parabéns mais um vez.

Bjs

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia!

Estou passando por aqui para agradecer o tempo que vc deixou esse poema em página principal.Valeu!!!
Prá mim deixou de ser poema para virar uma canção.
Agradeço à todos os amigos que deixaram seus comentários tão cheios de elogios que faz do meu ser ficar mais comprometido com todos.
Grata por tudo !

Vivian disse...

...entrei aqui e me deparei
com um jardim.

jardim de poesias, cheirando
alegria, amizade e ternura,
sorrisos abertos cruzando
oceanos perfumando emoções!

parabéns ao poeta Daniel
exemplo de força,
e à musa inspiradora,
Severa Menina Flor de Jasmim!


bjokas da Vivi