A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 22 de janeiro de 2012

POEMA QUEBRA DE UM TABU


QUEBRA DE UM TABU

Era o tempo da cultura de baú
No tempo dos sonhos de namoricos
Quebrei um tabu
De tanto me querer embelezar
Não queria parecer cru
Ali fui o primeiro, a cabeça destapar
Na grande aldeia natal
Aos Domingos boné deixei de usar
Boné ou boina à espanhola
Deixar de usar a vestimenta, menos iria custar
Foi na Bufarda, Peniche cidade
Talvez charme, para de mim se gostar
Se passara eu a gostar mais de mim!
Que mulher iria indiferente ficar?
Não iria gostar melhor assim?
Aos Domingos na revoada viajar
Por aldeias distantes, até encontrar um fim
Para a cabeça empinar
Onde já pouco se apreciasse o que para mim foi tabu
Onde já se vislumbrasse
Cultura que não fosse de baú
Desejava que a mim chegasse
Para não ficar meio cru
Ao Domingo contra ventos e marés
Próximo do mar
Desejava ter o mundo mais a meus pés
Num mundo mais bonito apostar
Sem coberturas ou bonés
Era mister desenvolver a cultura de baú
Um novo mundo começar absorver
Acabando, como principio, com aquele tabu

Daniel Costa



12 comentários:

Marta disse...

Mas quem não tem o Mundo a seus pés quando está perto do Mar?????
Lindo.....
Beijos e abraços
Marta

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite meu querido e amado !

Na quebra de um tabu vc se manifestou num impulso de inteligência humana.Suas descobertas aconteceu num tempo ainda confuso,mas vc com sua vontade de dar o maior vôo.E a vontade de crescer como pessoa te fez sair do baú,dentro dos teus questionamentos.
Abandonando o boné ou boina,para ser visível com o seu instinto natural.Indo em busca dos teus questionamentos.Do qual hj sabes muito bem verbalizar...
Não poderei comentar agora sobre o vídeo pq minha net não quer abrir,mas prometo que voltarei para terminar de comentar,kkkkkkkkkkkk
Bjssss de carinho!

Tunin disse...

O mar traz essa fantasia maravilhosa chamada sonhar.Um inspirada essa tua Quebra de um tabu.
Abração.

Everson Russo disse...

E que se quebrem todos os tabus,,,em versos, em amor,,,em alma e sonhos de mar...abraços fraternos de bom dia pra ti amigo.

Atelier Lita Duarte disse...

Sem tabus e muito mar!

Bjos.

MARILENE disse...

Os sonhos e os desejos nos fazem esquecer qualquer tabu. É maravilhoso poder alimentá-los. E nos versos, tudo se pode fazer acontecer.

Bjs.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sempre um belo poema e como sempre os sentimentos fluíem com leveza.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Everson Russo disse...

Um dia repleto de paz pra ti meu amigo...abraços fraternos...

Maria selma disse...

"Ao Domingo contra ventos e marés
Próximo do mar
Desejava ter o mundo mais a meus pés"
Diante da natureza surgiu este belo poema,de sonhos,amor e mar...
Um beijo,
amigo Poeta Daniel

José María Souza Costa disse...

Tabus, são para serem arremessados, com o tempo de comquista.
Muito bom, interessante
Parabens

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Bandys disse...

Daniel,
|Muito bom, adorei

Beijos