A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 22 de abril de 2012

MISCIGEÇÃO I I




MISCIGENAÇÃO - II



Regressei de avião
Desci do nordeste
Miscigenação
Passei em Brasília
Capital Federal do País irmão
Fundou-a Juscelino Kubitchek de Oliveira
Que assumira a Presidência da República de antemão
Sobrenome bem português
Discursou alto, lá no planalto
Que o mundo ficou a conhecer de vez
Paráfrazeando:
O novo mundo brasilês!
Dali passei à São Vicente, com a sua praia reluzente
Onde em mil e quinhentos, aportou o genial belmontez *
Pedro Alvares Cabral de mais valias vidente
Ali se rezou a primeira missa, presidida por outro português
Terá tido em mente a mistura de etnias
Miscigenação evidente
Praia a atrair a metrópole de São Paulo
Fundou-a o jesuíta
Talvez seguidor de Saulo
Padre Manuel da Nóbrega
Do mundo, de hoje, uma das maiores cidades
Ali se entende gente de todas essas etnias,
De todas as idades
Viajei pelo sul sem correrias
Acabei na maravilha das cidades
Na cidade Maravilhosa, Rio de Janeiro
Onde se refugiou a Corte Portuguesa
Treze anos, um aneiro
Resultou maior emigração
Portugal voltou a receber o príncipe rei
El-Rei Dom João
A governar no Brasil ficou seu filho Dom Pedro
Governar o que se preconizava grande Nação
Foi Dom Pedro o Imperador Primeiro
O grito de Ipiranga, a acção
Portugal e Brasil legaram ao mundo
Um exemplo: miscigenação

Daniel Costa

• Pedro Álvares Cabral era de Belmonte,
• Concelho do Distrito de Castelo Branco






17 comentários:

Ana Martins disse...

Daniel, boa noite!
A continuação do anterior e, que aliás ficou também muito lindo!

Beijinho,
Ana Martins

Marilu disse...

Querido amigo, realmente a miscigenação no Brasil é enorme, mas respeitamos a cor, o credo de cada um, isso é muito importante. Tenha uma ótima semana. Beijocas

Tunin disse...

É preciso que essa miscigenação seja respeita dentro de nosso país. Somos uma mistura de várias raças, predominantemente à negra.Então, por que excluir?
Muito bom o teu texto.
Abração.

OBSERVAÇÃO:Tire esses caracteres do comentário, pois fica mais ágil para quem comenta no teu blog.

Vanuza Pantaleão disse...

Legal, Daniel!
A História do Brasil senso contada em versos. A linda saga da miscigenação da nossa Pátria com portugueses, negros, índios e tantos povos que formaram suas famílias em solo brasileiro.
Amei!
Beijos...

Severa Cabral(escritora) disse...

Meu querido amigo Daniel!
Sabia que sou uma ex professora de història do Brasil.E te ler assim tão históricamente esse poema Miscigenação II,me fez recordar quando vivia em sala de aula.Encontrei no contexto um poema didático que servirá para o alunado que precisa de pesquizar para trabalhos escolares.
Na pedagogia será um acervo que te engrandecerá como escritor e pesquizador.Para o aluno servirá para grandes trabalhos escolares e com certeza ficará arquivados em escolas...
Parabéns por engrandecer mais uma vez nosso gigante Brasil.
Convido-o a vim ser brasileiro,kkkkkkkkkkkkkkk
Abç

Daniel Costa disse...

Ana Martins

Tentei enviar Mail a dizer isto: com grande pena, estou se poder acessar ao teu blog. O Mail veio para trás.
Beijos

Carla Fernanda disse...

Espetacular!!
Poesia que conta uma bela história.
Os portugueses são um povo de paz e amor... o Brasil copiou no sangue bom o exemplo....

Hj o dia do descobrimento do Brasil

Everson Russo disse...

Um dia repleto de paz e poesia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Marta disse...

E que haja sempre Paz na memória de Homens tão valentes....
Gostei muito
Beijos e abraços
Marta

Vanuza Pantaleão disse...

Oi, amigo!
Só para tirar uma dúvida, pois essa blogosfera fica meio estranha de vez em quando.
Seguinte: fizeram um comentário (até bom) usando o título aqui do seu blog, Daniel Milagre. Mas quando retornei, ele havia desaparecido, ou melhor, estava sem a foto do perfil, sem post, vazio.
Muito estranho, não acha?
Estou te falando só para te alertar.
Beijos, Daniel!!!

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um pedaço de história neste belo poema que adorei ler.


Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Olhos de mel disse...

Querido amigo; com certeza um exemplo para o mundo de bom convívio e respeito. Graças a Deus somo um povo formado por diversas raças e isso é motivo de orgulho para mim, que trago um lado espanhol, outro português, e os demais, bem brasileiros entre o negro e o índio...
Bela homenagem, meu amigo! Beijos

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

MARILENE disse...

Mais uma vez, nos encantou com sua descrição poética, sobre nosso país amado. Parabéns!
Bjs.

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Desnuda disse...

Querido amigo,



Uma extensão brilhante do primeiro poema. Através de um poema como este que a cultura se abre em belos horizontes.Um poema bem estruturado na sua pesquisa e bonito em versos.

Beijos com carinho.