A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 8 de julho de 2012

POEMA LAMBUZAR

                

LAMBUZAR

Continuando a voar
Os deuses concederam-me
O condão de viajar no país Xalavar
Ainda e sempre corcéis me transportavam
Miríades de coloridas borboletas, a lambuzar
Por campos, muitos campos de flores
As borboletas no seu bichanar, pareciam amar
Os corcéis sempre alinhados
No aerbergue com que adregavam voar
Nele o poeta com esse condão
Sem ser notado
Por entre nuvens avistava mais jardins,
Mais jardins, mais borboletas a lambuzar
Continuava o seu périplo pela galáxia Sereneia
Noite de luz, não de luar.
Do planeta secundário
O seu som soava a domar
As flores nos, muitos jardins continuavam
Todo aquele universo, convidava a amar
As borboletas -  no seu vai e vem
Num incessante lambuzar.
O tempo que os deuses me concederam
Estava a terminar
Voava e voltava firme à terra
À terra dos infiéis voltar
Onde são raros o cavalos de raça
Menos, as borboletas a lambuzar
Muitos lambões, há
Faz falta amor, sem nunca acabar

Daniel Costa








12 comentários:

MA FERREIRA disse...

Amigo Poeta!

Sempre bom nos lambuzar de coisas boas, que alegram a nossa alma.
A mammy Severa esta linda emoldurando teu poema!!

bjs

Everson Russo disse...

Lambuzar de versos...dos melhores sentimentos...de paz e muito amor...abraços fraternos de boa semana pra ti amigo...

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
Para penetrar no seu poema hoje tive que sair do casulo e virar borboleta.Voar por ai besuntando tudo o que passa para me deixar feliz.
Parabéns mais uma vez pela escolha...
Abç

Tunin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tunin disse...

Essa minha querida Severa é um ser de sorte porque ser lambuzada num autêntico poético poema que nos lava à alma, não é para qualquer um.
Eu li, o poema, como se estivesse cantando uma daquelas canções que nunca saem de nossas mentes.
Beleza, Daniel!
Beijos na severa que tanto ilustra os teus poemas e graças para ti por ter escolhido essa figura tão autêntica.
Continue a poemar lindamente para nós.
Abração.

Evanir disse...

Meu querido amigo Daniel.
postei o blog ontem não estava nada bem entrei agora no seu blog melhorei um pouquinho aqui estos ceia de novidades para você.
Eu recebi o livro li com muita emoção muitos poemas inclusive o poema que você fez para mim.
Daniel estarei enviando meu livro para você essa semana espero que seja aprovada por ti .
Daniel, meu esposo faz parte de um clube português muito orgulho em ver seu livro com um poema para mim levou no clube ontem a noite.
Um português queria comprar seu livro .
Ele mora a muitos anos aqui é uma pessoa maravilhosa .
Uma homem que trabalhou muito hoje tem uma vida solida mais ainda trabalha.
Dono de uma grande loja de material de construção filhos todos cados uma familia linda.
Daniel tem como vc mandar um livro para ele porque ele quer comprar.
Caso vc atender meu pedido mando o endereço dele para você .
Como gostaria que viesse conhecer os portugueses daqui.
Foi inaugurado ontem um teatro luso brasileiro aqui.
Tem peças portuquesa com mais de 100 anos eu não pude ir na inauguração por estar mal vi pela TV é lindo demais .
Vou pedir para colocar os dois ultimos livros que recebi de você no meu blog só não foi colocado porque minha filha esta operada.
Aguardo sua resposta sobre o livro para seu nosso amigo português.
Parabéns pelo lindo poema beijos no seu coração com meu eterno carinho.
Evanir.
Linda e doce madrinha Severa amo ver a foto dela aqui

MARILENE disse...

Lambuzar de amor, de voos, de vida... tudo de bom. A Severa ilustrou bem seus versos, pois está sempre a nos lambuzar, prazerosamente, de afeto.
Bjs.

Everson Russo disse...

Uma bela segunda feira pra ti meu amigo..abraços fraternos.

Anne Lieri disse...

Daniel,sempre primorosos teus poemas e tua musa é também uma querida amiga!Gostaria de colocar seu livro na lateral de meu blog. Qual é o mais recente e onde adquiri-lo? bjs,

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !!!!!
Voltei para me lambuzar neste seu poema que estar muito bem escrito...tem um cantarolar que nos envolve e nos deixa voando igual um bando de borboletas que surgem em uma certa época do ano(panapaná).
Aproveito para agradecer os amigos por comungar das minhas imagens aqui no seu espaço.
Abç.

José María Souza Costa disse...

Agradecimento pela Compreensão

Bom.

Gostaria de lembrar, que já disponabilizei, o link do seu blog, ao lado direito das minhas publicações. Era um débito que tinhamos com os nossos seguidores.

Aos poucos, estamos normalizando e atualizando, aquela página Simplória, que em meus delírios matinais, a intitulo de BLOGUE.

Estou te aguardando, lá no
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com


Um abraço " amaranhenssado"

José Maria Souza Costa

✿ chica disse...

Linda poesia e linda a Severa sempre feliz d vida! abração,chica