domingo, 15 de julho de 2012

POEMA VERDADES



 

VERDADES

Sem sombras de vaidades
Amo uma vida de paixão
Adoro o amor construído de verdades
Concretamente, direi: sempre vivi apaixonado
Vivo de amor e amizades
O positivismo dedicado à vida
Despertou os deuses das verdades
Elevaram-me a uma segunda encarnação
Porque detestei sempre climas de malvadez
Um anjo me apareceu em sonhos
Fez-me voar ao infinito, onde os amores são de todas as idades
Num repente lá estava eu deslizando entre nuvens
Avistava amores de verdades
Com breves passagens no vácuo
Onde avistava flores de fertilidades
Mundos sem clamores de dores
Jardins de afinidades
Voavam os corcéis, sempre fiéis
Desceram no país tonalidades
Para ver amores íntegros e integrais
Apenas verdades
Sombras jamais
Salutares amores e amizades
Que privilégio, meu amor!
Para depois acordar a sentir os desejosos de trair verdades
Se me é permitido, o que os meus sentidos viram
Inconscientes talvez, foram amores e verdades
Devemos lutar para que em toda a terra, amores,
Só apenas de verdadeiras lealdades
Pugnemos, os fiéis, demos exemplos
Por amores e verdades

Daniel Costa

10 comentários:

MARILENE disse...

As melhores mensagens são as deixadas pelo exemplo, já que este não oculta a verdade, que deve predominar no amor e em todos os atos que se pratica.
Bjs.

Everson Russo disse...

O verdadeiro amor se faz e se fortifica em verdade,,,assim ele encontrará a paz e a serenidade pra sonhar....abraços fraternos de boa semana pra ti amigo.

Marta disse...

As verdades dos sentidos...
Nunca se devem ignorar....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Severa Cabral(escritora) disse...

soAmigo Daniel !

A verdade não foi feita para ser conhecida,pois segurar uma verdade precisa de muito grito.A verdade foi feita para ser vivida e vivenciada.Quando vivemos com a verdade tudo se transforma em conhecimento que emanam o saber e o amor...de dentro da verdade passamos a conhecer até o desconhecido...
Abç

Tunin disse...

O amor faz a verdade, a verdade faz o amor, meu amigo Daniel!
A Severa é como a beleza dos girassóis.
Abração.

Anne Lieri disse...

Daniel,o amor sempre inspira belas poesias e lindos momentos!Adorei tua musa tb!bjs,

Evanir disse...

Daniel que beleza de postagem fico feliz todas vezes que venho no seu blog e deparo com esse lindo sorriso da Severa.
Linda e doce Severa uma pessoa que aprendi a amar de verdade.
Lindo Dia amigo poeta beijos,Evanir.

Everson Russo disse...

Um dia de paz e poesias pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Bandys disse...

Ola Daniel,
Amor que não é de veradde não é amor, seja ele qual for.

Um beijo, saudades!!

rosa-branca disse...

Olá amigo, linda postagem e o verdadeiro sentido da amizade. Uma maravilhosa homenagem à amiga Severa.
Os amigos são assim. Beijos com carinho