A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quinta-feira, 26 de julho de 2012

POEMA SOLADO BRASILEIRO


 
  
SOLADO BRASILEIRO

Não se destinavam ao Rio de Janeiro
O sítio da cidade maravilhosa já existia
Solado brasileiro
A colonização se construía
Em retrocesso de pioneiro
 Num sonho que, no tempo retrocedia
Estava o poeta naquele luzeiro
Quando o anjo da guarda em vigia
Solado não havia, primeiro
O amor o conduziria
  A um resplandecente outeiro
Ainda o sonho vivia
 Já via enamorado o actual Rio de Janeiro
Por amores a uma bonita dama, sofria
Por ela percorreria o mundo inteiro
Porém não podia
Ainda que com solado brasileiro
Num esfregar de olhos, o sonho se desfazia
Aquele sonho, que lhe pareceu pioneiro
Como se vivesse algures noutra galáxia não ruía
O solado brasileiro,
O amor à dama para todo o sempre ficaria
O Senhor do Corcovado, naquele outeiro
Um dia voltar a avistar, a si prometia
Em virtude do solado brasileiro
O amor à dama não feneceria
Com solado brasileiro,
A dama a sua mão lhe concederia!

Daniel Costa

Fotos: gentimente cedidas por Severa Cabral escritora



15 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido poeta

Como sempre um belo poema...e a Severa é um raio de sol em qualquer lado...adorei.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Anne Lieri disse...

Daniel,simplesmente primorosa sua poesia e adorei a foto da Severa tb!Teu livro chegou ontem,mas ainda não comecei a ler!Quero lhe agradecer e em breve farei o depósito!bjs,

Everson Russo disse...

Belo poema meu amigo,,,muitas histórias pra contar,,,caminhos a se seguir....abraços fraternos de bom fial de semana pra ti.

Magia da Inês disse...

彡✿✿⊱╮
Solado brasileiro...
Bom fim de semana!
Beijinhos do Brasil
✿彡¸.•°`♥✿⊱╮

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
Lendo seu poema vejo que nas mãos dos poetas,ele sabe resgatar qualquer ideia e ainda tem o poder de aproximara reflexão com a imaginação.O bom de ser poeta é saber conviver intimamente com o seu sonho,saboreando sempre o melhor e ainda com o poder de conquistar pela escrita.
No solado brasileiro fazes da Dama o desenho de tuas palavras...parabéns por mais um poema...
Abç

Marilu disse...

Querido amigo Daniel,

Tenha um lindo e abençoado final de
semana.
Beijocas

Evanir disse...

Querido Amigo Daniel.
Foi uma grande honra seu comentário no meu blog.
Um escritor com tantas obras publicadas do qual me orgulho muito disso por ter um poema feito por você a minha humilde pessoa.
Quem tem um amigo como você jamais estará sozinho.
Com muito cuidado guardo e leio seus suaves e doces poemas como uma joia de muito valor.
Me orgulho em saber que do outro lado do mar tenho um amigo de verdade.
Parabéns pelas lindas fotos da Severa realmente essa mulher encanta com esse sorriso contagiante.
Uma pessoa integra e dona de um coração maravilhoso .
Feliz final de semana fica com os beijos meus,Evanir

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços fraternos...

ELAINE disse...

Meu amigo querido! Adorei! Parabéns pelo belo poema! E à bela inspiração!O carinho dos amigos traz um bem e um conforto que nem imaginas! É um alimento para o coração! Terei uma postagem nova na segunda-feira, dia 30 de julho.
Grande e carinhoso abraço!
Sábado e domingo abençoados!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Um bom domingo e uma bela semana pra ti meu amigo...abraços fraternos...

Bandys disse...

Ola Daniel,

Gostei muito.
Você sempre inspirado.

Mando daqui do Rio de janeiro, abraços e beijos doce como mel
pro meu amigo Daniel.

ELAINE disse...

Meu amigo querido! Passando pra ver como estás e pra dizer que hoje tem post novo! Obrigada pelo carinho e pela presença amiga, sempre constante no blog.... Infelizmente não consigo visitar a todos como gostaria..... Então peço desculpas se, por vezes, me demorar um pouquinho mais a aparecer.... Mas... com certeza voltarei! Dia 02 de agosto, quinta-feira, terá novo post também!
Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Mariazita disse...

Daniel, meu caro amigo
Tenho vindo, aos poucos, a agradecer as visitas recebidas, tentanto respeitar a ordem cronolóliga.
Não consigo, ainda, estar muito tempo seguido no computador, pois a emoção apodera-se de mim e obriga-me a interromper.
A dor é ainda muito profunda, à qual se está a querer juntar uma certa revolta. E penso: não é justo!
Sabes, ou podes imaginar, como éramos unidos. Agora falta-me uma parte, um bocado importante de mim mesma.
O tempo vai, com certeza, trazer-me aquela conformação que, para já, não existe...

Perdoa não comentar o teu poema mas, com toda a franqueza, nem o li. Por agora limito-me aos agradecimentos. O restante virá a seu tempo.

Um beijinho GRANDE e muito grato.

Everson Russo disse...

Uma bela segunda feira pra ti meu amigo...abraços fraternos...

Severa Cabral(escritora) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.