A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quinta-feira, 25 de abril de 2013

POEMA AMOR NO ORVALHO


AMOR NO ORVALHO


Aconteceu como talismã
Amor no orvalho
Despontava a manhã
Latente o mimalho
Cheiro a hortelã,
A azinheira e carvalho
A ternura não era vã
Era sonho de mimalho
Olor a romã
Relva longe do cascalho
Mente sã
O sonho persistia em jeito de atalho
Um anjo da cidade de Amã
Me vigiava, o pirralho!
Me elevou em jeito de bolar de romã
No espaço planetário me senti voar migalho
Na galáxia a planar em procura de uma anfitriã,
Com desenxovalho
Continuei até que, impelido, à vista de uma campeã
Parei junto a uma clareira, aparecer do mar cabeçalho
Terna e bela mulher, pareceu ser artesã!
A fixei posada no orvalho, a desejei mas se falho?
A bonita mulher, era mesmo talismã!
Acordei e disse: de nada valho!
Que reacção! Mãe de Deus, Irmã!
Amor no orvalho
Tens a verdadeira campeã!
Apareceu a voz a entoar sem agasalho
Mulher talismã!
Amor no orvalho!

Daniel Costa


  AO LEITOR RECOMENDA-SE ABRIR O LINK PARA TER ACESSO A UMA PASSAGEM DO ESCRITOR DANIEL COSTA, EM 16/04/2013 PELA TELEVISÃO. CONVIDO-O POIS A VER O QUE FOI UM AVC, DE ESTREMA GRAVIDADE QUE ULTRASSEI.


10 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Daniel. O poema e a Severa que, como sempre abrilhanta tudo por onde passa! abraços,chica

AFRICA EM POESIA disse...

DANIEL



Obrigada pela visita
Depois de andar adoentada e preocupada voltei...

vou ler poesia e...escrever poesia

deixo Amor,Amizade e muito carinho.

tive mesmo saudades...

beijos espero QUE O DINHEIRO TENHA CHEGADO.

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
Belo versejar,meu nobre poeta.Fazes de cada linha uma bela e encantadora declaração de amor.E nos versos tocas em orvalhadas as inspirações e emoções incontida numa grande poesia.Viajando em outra Galáxia fizestes da mulher talismã um sonho poético,um momento de intenso sentir.É um poema para ler e reler sempre...
Oh!!!!!!!!!!!
Poema lindo cheio de orvalho...
Abç amigo !




Felisberto Junior disse...

Olá!
Sr Daniel
Muito bonito
... o orvalho desce sobre nossos corações, e o amor se conserva puro, fresco e amena, e se aperfeiçoam constantemente, moderando o ardor e refrigerando o amor
ah...eu percebi que o senhor estava visualizando um "post anterior"...continuo atualizando meu blog diariamente, creio q estamos com um pequeno problema na interação de meu "feed" com o seu blog.Se me permitir, vou passar um link direto para a página inicial,se mesmo assim só conseguir visualizar postagens anteriores... no meu menu tem Página Inicial, é só clicar, que redirecionará para a postagem mais atualizada.Obrigado
ClicAki Blog(IN)FELIZ
Boa tarde
Boa sexta feira
Abraços

Evanir disse...

Querido poeta Daniel.
Continuas enfeitando suas postagens com a belíssima fotografia da Severa.
O encantamento de uma amizade que o tempo só fez torna-la mais bela.
Um feliz final de semana abraços,Evanir.

Felisberto Junior disse...

Olá!
Daniel
Muito obrigado pelo carinho de retornar ao meu blog, pelo link.
Abraços

Felisberto Junior disse...

Olá!
Daniel
Muito obrigado pelo carinho de retornar ao meu blog, pelo link.
Abraços

MARILENE disse...

O orvalho pode encantar quando visto com olhos sábios. Você o uniu ao amor, de forma linda. Bjs.

Vera Lúcia disse...



Mais um belo e criativo poema, Daniel.
Gostei do título. Bem inspirado e bem sintonizado com as fotos da amiga Severa.

Abraço.

Lucinha disse...

Daniel,

Quanta inspiração esse linda musa lhe trás.
Eu sempre digo pra ela, que tem brilho próprio. Uma pessoa que encanta, mesmo através das telas de um computador.
Lindo poema! Ela merece!

Enviei um e-mail com meu endereço.

Um lindo final de semana! Abraços.