A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 3 de novembro de 2013

POEMA AMOR DE TABERNÁCULO




AMOR DE TABERNÁCULO    

Bonito crepúsculo,
O de climas tropicais
Amor de tabernáculo,
Também seria o das guerras coloniais!
Onde o pequeno tabernáculo foi espetáculo
Cada batalhão integrava seu capelão, não mais,
Guardião de um desse habitáculo,
Que a cada Domingo assentava arraiais,
Em diferente cenáculo.
Testemunhei, vivenciei, com os demais,
Tabernáculos eram quadriculo,
Cerca de dezena e meia de anos por matagais,
No presente, avistei com binóculo,
Atraentes mulheres: virgens de antigos rituais!
Não tive dúvida em eleger uma, amor de tabernáculo,
Estava num sonho dos reais,
Sonho, maior que maiúsculo!
Pressagiava amores cerimoniais,
Até ali humilde poeta, depois másculo,
Aproximei-me em passadas, incondicionais,
Muito desejei, da linda mulher um ósculo,
Ainda que, com ela em poses horizontais!
O amor dela desejei, como pináculo,
Aquela beldade, ao meu coração deu sinais!
Apaixonei-me, sem sentir obstáculo,
Sem sentir pecados veniais,
Amor de tabernáculo,
Amores de créditos e conceções de vitrais!
Amor de tabernáculo! 

Daniel Costa

 

10 comentários:

✿ chica disse...

Mais um poema com tua belíssima inspiração e tendo a tua musa,Severa como ajudante.LINDO! abração aos dois,chica

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite poeta de muitos !
Tabernáculo era um lugar destinado a sacrifício e adoração, tenda sagrada que possuía vários utensílios. Todos os detalhes foram feitos de acordo com o plano divino dado a Moisés...Hoje em sonhos reais se propaga o amor sem sacrifício,apenas se adora e faz amor de tabernáculo...
pois tudo me fala do teu amor, que tudo ascende...
bjs de boa noite !!!!!!!

Ana Bailune disse...

Olá, Daniel. O poema ficou muito bonito, mas esse vestido da Severa, nossa, que lindo! Arrasou!!!

Evanir disse...

Que nunca me sinta sozinha
nem afastada das pessoas
que amo.
Peço sabedoria para perceber
a presença de Deus
em todos os corações humanos.
Que minha presença no seu blog
eu venha semear somente a paz,
Que todas visitas , que eu realizar
eu deixe uma semente , que ao
germinar seja somente esperança
a nascer fazendo da sua vida
um mundo de infinita paz.
Que a fé manifeste a cada dia maior,
e você seja mais um anjo a manifestar
evolução mostrando o poder ,
que existe no amor de Deus.
Uma abençoada semana.
Beijos ,Evanir.

lita duarte disse...

Bonito, Daniel.

Bjs.

Anne Lieri disse...

Sempre bem inspiradas suas poesias! Parabéns pelo novo livro,vou aguardar seu contato.Severa está maravilhosa nessa foto! bjs e boa semana,

Marta Vinhais disse...

Mais um poema de amor...
Lindo...
Gostei muito.
Beijos e abraços
Marta

MARIA MACHADO disse...

Bom dia poeta Daniel!

Um poema muito belo, para uma poetisa estimada e querida. Parabéns querida Severa, seus cabelos mais parecem tingidos de ouro,combinam com seu colar.

Obrigada por suas palavras no meu blog, nossa foi uma honra te receber no meu humilde cantinho.
Gostei muito de ler seu comentário,me trouxe incentivo que preciso muito disso.Obrigada!


Bjs! Uma terça-feliz!

Maria Machado

Vera Lúcia disse...


Olá Daniel,

Você andou sumido. Senti sua ausência.

Mais um belo poema de amor, elaborado com muita criatividade e talento.

A Severa está linda na foto e a música é das minhas. Gosto demais do Tima Maia e ficou perfeita a interpretação dele com Gal Costa.

Abraço.

MARILENE disse...

A cada poema você nos surpreende com seu desenvolvimento a partir e um novo vocábulo. O poeta que canta o amor!!! Belo!. Bjs.