A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quinta-feira, 13 de março de 2014

POEMA MAR DA CIDADE DE PENICHE





MAR DA CIDADE DE PENICHE
 
Vamos imaginar fetiche
A cidade da Europa mais ocidental
Mar da cidade de Peniche
Deveras documental
Senhora do Mar; tens à tona o teu beliche!
De brisa marinha estival
Diga paraíso dos surfistas, azeviche!
Agora vou enaltecer o seu arraial
De grandes emoções cliché
No Alto da Vela, junto ao mar, ao forte, no seu portal
Depois a procissão do mar, muito fiche
Rogar proteção a Senhora da Boa Viagem é fundamental!
Barcos engalanados, como fetiche
Num, a veneranda imagem e banda, com o seu instrumental
Senhora do Mar, obra de pastiche!
Tudo no mar e a procissão marítima é outro arraial
A culminar na hora do fogo de mar, bolos e ponche!
Tudo junto daquele mar é festival
Depois em noites mesmo sem lanche,
 Noites passadas na doca, parecia jogral
Mar da cidade de Peniche, a ver desembarcar peixe em avalanche
O reflexo das luzes, ambiente do porto ornamental!
Mar da cidade de Peniche!
Junto ao mar lia as últimas notícias do vespertino jornal
Iniciava os meus sonhos nas noites de Peniche!
De madrugada voltava, como da Catedral!

Daniel Costa

 )
 
)

 

10 comentários:

Ivone disse...

Que lindo Daniel,você é um poeta do mar,amei ver o vídeo e seus versos são sempre lindos também, inspiração não lhe falta né amigo?
Grande abraço!

MARILENE disse...

Tudo lindo, Daniel! Versos, vídeo, mar, seu canto especial, como sempre. Bjs.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Mais um lindo poema, agora sobre o mar da cidade de Peniche. O vídeo é igualmente belo*****
Beijos, anjo,
Renata

Beatriz Paulistana disse...

Boa tarde amigo Daniel!!!
E por aqui sempre me sinto renovada, com lindos poemas que me fazem sentir a brisa do mar...amo!!!
Feliz e Abençoada Tarde!!!
Abraços da Bia!!!

Arte & Emoções disse...

Um belo poema, ilustrado com tão lindas imagens.

Abraços,

Furtado.

Felisberto Junior disse...

Olá,Daniel
puxa, que cidade linda , aconchegante e rodeada de mar!Gostei,não a conhecia ( nem por vídeo)!
Belo poema!
Obrigado pelo carinho, bela noite,belo dia,abraços!

Vera Lúcia disse...


Olá Daniel,

Você é o maior homenageador do mar que já vi. Através de sua poesia tenho conhecido mares deslumbrantes e lindos lugares.
Adorei conhecer um pouco de Peniche. A cada dia cresce o meu desejo de conhecer Portugal.

Linda a música.

Abraço.

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Oi Daniel, vim agradecer sua visita e lindo comentário que deixou e conhecer este seu blog. Maravilhoso, como os demais.
Linda poesia para descrever o Mar da cidade de Peniche. Imagens perfeitas, parabéns!
Sucesso com seu novo livro e que venham outros com suas lindas inspirações.
Abraços
Lourdes Duarte

Mariazita disse...

Querido amigo Daniel
Sobre o mar de Peniche... tinha que ser forçosamente um belo poema!
O vídeo é lindo, também.
Aliás, os vídeos, mas especialmente o de Peniche.

Obrigada pelo teu comentário na minha «CASA».
Depois de ler algumas coisas a respeito de Pais, concluo que tive um especial. Foi sempre carinhoso com os filhos, um Pai muito presente, não me lembro de um só dia, quando era criança, que ele não passasse em casa com a família.
Fui, sem dúvida, uma criança muito feliz.

PS - Sabes que no sábado passado troquei mensagens com a Teresa, durante a emissão, claro, que ela leu, e, dirigindo-se directamente a mim, disse que aguardava que eu lhe mandasse um poema para ela ler lá. Depois hás-de dizer-me como o fazer, ok? Desde já agradeço.
E amanhã lá estaremos à escuta novamente :)))

Beijinhos amigos

Evanir disse...

Nessa minha visita gostaria
de dizer tantas coisas.
Dizer o porque dessa minha ausência
que tanto me faz sofrer.
Quisera poder falar tudo que vai na minha alma
e no meu coração.
O tempo é cruel e voa diante dos nossos olhos
marcando cada dia a mais absoluta saudade.
È por sentir saudades que estou aqui
para desejar um abençoado e feliz final de semana.
E dizer que você é muito importante para mim
sua amizade traz alegria para o meu coração.
Desejo um abençoado final de semana.
Beijos no coração.
Evanir.