A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

sábado, 8 de março de 2014

POEMA MAR DA PRAIA DA PENHA






MAR DA PRAIA DA PENHA

Em Março haverá o Dia da Açucena,
A oito, no mundo e em terras do Atlântico Sul
Mar da Praia da Penha
Onde a vai mulher do cônsul
Senhora do Mar, ai está a senha!
Ver ali o mar é estar no Mercosul
Imaginar isto talvez convenha,
Ainda a um procônsul!
Sílvio Siqueira, ali traçou a resenha
O navegador português; seria de Abiul?
No século dezassete, que em campanha
Por momentos, o mar não se lhe apresentou azul
Naquele litoral se salvou de tormenta tamanha,
Sob o seu comando, a todos reuniu - Um se chamaria Abdul,
A informar haver prometido à Senhora da Penha
Como se fora em Istambul
Construir um templo, em dedicação, a recordar a façanha!
Aportou à então de Praia de Arutú, hoje da Penha,
Senhora do Mar, ali se fez divina lua azul
Naquele litoral paraíbano, a parecer montanha
Montanha Sagrada, da região do Cruzeiro do sul
Não é em Março, mas em Agosto como convinha,
Que de João Pessoa, parte peregrinação, ao mundo azul,
É no Inverno paraibano, mas só dá Senhora da Penha
Com tanto povo se fosse na cidade de Seul!
Mar da Senhora da Penha!

Daniel Costa

 
 

9 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo poema de um mar que tampouco conheço. Parabéns, anjo.
Beijos,
Renata

✿ chica disse...

Maravilhoso poema, sempre bem inspirado! abração,chica

Marta Vinhais disse...

O mar tem imensos segredos que nunca vamos desvendar...
Parabéns pelo novo livro e obrigada pelo poema....
Beijos e abraços
Marta

Felisberto Junior disse...

Olá, Bom dia, amigo Daniel
Existe de fato, neste imenso Brasil e no mundo, uma infinidade de peregrinação, templos entregues a proteção da Mãe de Deus, sob a invocação de Nossa Senhora da Penha...Muito belo o poema...
sim, li atentamente e parabéns pelo seu livro SONHO EMOÇÃO E POESIA, e pelo lindo poema Primavera da vida, Quando estiver mais tranquilo, em relação à meu irmão, que saiu da internação agora e com uma sequência médica ainda, tentarei fazer uma divulgação em meu blog.Obrigado,
belo domingo abraços!

Maria Luisa Adães disse...

E o encanto e a beleza
se unem nesse mar
onde o vento acaricia
e as ondas batem
levemente...

Bendito seja esse mar!

Maria luísa

Maria Luisa Adães disse...

Manuel

Pensando bem em termos atuais e baseada na resposta que deu ao meu poema "Mulher", considero que tem razão em juntar homem e mulher num ser único!

Muito bem analisado! Gostei!Abraço,

maria luísa

MARILENE disse...

Em versos você mostra a beleza, os costumes, a fé, a história. E esse é mais um dos seus ricos poemas. Bjs.

Anne Lieri disse...

Que lindíssimo mar deve ser esse da Penha! Abraços e boa semana,

Vera Lúcia disse...


Olá Daniel,

Mais uma beleza de poema cultural, enriquecido com belas imagens e vídeos. Ouvir Paula Fernandes é sempre muito agradável, principalmente com a música Pássaro de fogo.
Parabéns pelo novo livro. Linda a amostra: 'Primavera da Vida'.
Será mais um sucesso, com certeza.

Grande abraço.