A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 6 de maio de 2014

POEMA MAR DA PRAIA DO MOLEDO




MAR DA PRAIA DO MOLEDO 

Naquela praia Deus colocou o dedo
Transformou-a numa pérola,
Mar da Praia do Moledo
Ao passar por Caminha, deixou bandeirola
Senhora do Mar; foi a Norte, digo em segredo!
Porém, o Minho ficou com a sua madrepérola
 Como anémomas, ou brinquedo!
O azul do mar, junto ao verde campo, sintonia singela!
Olhar o espraiar, e no meio do mar parecer estar enredo,
Aquele convento com cunho de unidade bela!
Na antiguidade Deus, ali reservou o seu credo,
Na saga das suas aventuras da sua novela
Fez por ali passarem vikings, mais cedo,
Senhora do mar; passaram sem querela!
Mar da Praia do Moledo
Terão estacionado naquela praia de vela!
Bastantes ficaram, plantando arvoredo,
Amararam e jamais deixaram a tela,
Praia, azul do céu, beijando o mar, o rochedo!
Como se aspirasse a Cinderela
Mar da Praia de Moledo! 

Daniel Costa

 

11 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Poema belo, de cunho histórico e místico de que muito gostei.
Beijos, anjo,
Renata

✿ chica disse...

Uma praia linda que mereceu teu olhar e lindos versos! abraços,chica

Célia Rangel disse...

Seu olhar de poeta, Daniel, registrou em versos uma linda e tocante praia que se justifica nas fotos!
Abraços.

Ivone disse...

Encanto de praia, seus versos então, bem descreves com história, nos faz ricos em cultura!
Amigo poeta, amei ler como todos os que postas, suas praias são encantadoras!
Beijos!

Ana Bailune disse...

Linda praia, Daniel.
E teus poemas sobre praias ficam como as areias que as adornam: brancos, suaves, macios ao olhar...

Marta Vinhais disse...

Uma praia do Norte...E Caminha que é uma beleza....
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

Tunin disse...

Que visual maravilhoso! O desfile da história em teus versos, enriquece-nos o saber.
Abração.

Rosemildo Sales Furtado Furtado disse...

Olá Daniel! Eis que mais uma vez, me proporcionas um belo passeio turístico por tão bela praia. Praia do Moledo. Adorei o poema que tão sabiamente condiz com a beleza da praia.

Abraços,

Furtado.

Dorli disse...

Oi Daniel,
Que lindo poema, sabe que adoro a praia e seus poemas são belíssimos
Demorei, pois respondi 2 comentários e fiquei sem internet até agora a pouco.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Lu Nogfer disse...

Belíssimo, Daniel!
Seus versos sempre nos levam a belos passeios poéticos. Parabens sempre, poeta!

Beijos!

Bandys disse...

Daniel,

Que linda essa praia, eu adorei.

E seu poema descreve muito bem a beleza dela.

Bom final de semana
beijos