quarta-feira, 14 de maio de 2014

POEMA MAR DAS PRAIAS DE ODEMIRA




MAR DAS PRAIAS DE ODEMIRA    

Poderá ser brejeira
Porque é na costa alentejana
Mar das Praias de Odemira
A fazer recordar a balzaquiana
Senhora do Mar; repara bem na foz do Mira!
O rio que ali desagua a tecer filigrana,
Como que a fazer içar a sua bandeira
Verde, como o que das suas margens emana,
Na passagem da ponte, que dá a uma ladeira,
 A prender a atenção, a imaginar o nirvana,
A atenção na condução se pode tornar fagueira
 Para que não se torne insana
Mirando a beleza do vale e da foz; deixemos a matreira,
Senhora do Mar; acho por bem guardar a gana
Disfrutarei tudo de outra maneira,
Assim ali tive mergulhos de gincana,
Passeios para lá da falésia, sem canseira,
Depois regressava com sentido na moreia - Bacana,
 Ao cheiro do seu estalar na frigideira
O peixe comprido e feio, com sabor de gritar: hossana!
Mar das Praias de Odemira,
A banhar a costa alentejana!
Tendo a ali o belo, a sua safira,
Depois de uma planície de acalmia tirana,
Mar das Praias de Odemira!

Daniel Costa





  

15 comentários:

José María Souza Costa disse...

Olá, Daniel Costa.

Parabéns, por colocar a praia a contemplação, de todos. As fotos em si, já é uma Poema.
Muito bonito. Abraço.

✿ chica disse...

Que maravilha ver esse mar e tua poesia muito linda! Tem notícias da Severa: Não estou mais no FB e nada dela sei! abraços,chica

Renata Maria disse...

Lindo Mar das Praias de Odemira na costa alentejana.
Amei, anjo.
Beijos,
Renata

Ana Bailune disse...

Boa tarde, Daniel.
Dá vontade de ir à prais. Não vou há alguns anos...
Bela poesia, lindas fotos!

rosa-branca disse...

Olá amigo Daniel, maravilhoso poema e imagens lindas que adorei. Beijos com carinho

Célia Rangel disse...

Um poema e fotos majestosas! Incita-nos a viajar e conhecer praias tão belas!
Abraços.

Tunin disse...

Que fotos, não?! A mensagem poética fez compreender muito bem a beleza nas fotos.
Abração.

MARILENE disse...

Daniel, muitas praias você me apresentou com esse jeito belo de narrar em versos. Gosto demais do mar e me encanto sempre que venho aqui. Bjs.

Marta Vinhais disse...

Uma nova praia e uma vontade de molhar os pés no mar...
Gostei...
Beijos e abraços
Marta

Anne Lieri disse...

Daniel, poesia magnífica! Que bela dama essa praia em teus versos! bjs,

Dorli disse...

Oi Daniel,
Nós temos uma coisa em comum: amamos o mar.
Você foi o anjo que ressurgiu à vida para nos encantar com belas poesias.
Pena que mora muito longe do Brasil, para comprar um livro seu.
Beijos
Lua Singular

AFRICA EM POESIA disse...

DANIEL
Obrigada
Aqui vamos continuando a caminhar . eu fui operada a um joelho e as coisas não correram como eu queria fiquei um pouco pior... mas o meu marido é que esteve muito mal
um beijo..

Mariazita disse...

Querido amigo Daniel
As praias da costa alentejana são de uma beleza ímpar, e tu bem o descreves neste magnífico poema.

Adorei o primeiro vídeo, que não conhecia.
O segundo... foi bom recordar :)

Bom fim de semana.
Beijinhos muito amigos

Nati Caetano disse...

Bom dia amigo Daniel!

Poema encantador, cheio de magia, adorei as fotos.

Parabéns

Agradeço

Você é uma amiga(o) especial.
Quero guardar-te sempre em meu coração!
Não tenho nada que possa recompensar ter uma amizade tão linda assim.
Apenas digo obrigada, pela força, carinho de sua amizade.

Com certeza e Fé em Deus,irei refazendo a vida.

Marilene Domingues disse...

Olá amigo Daniel,
belas praias unidas a tão lindo poetar.Deu-me muita saudade do mar, e este que você expôs é belíssimo.Parabéns!
Beijos com carinho e tenha um lindo final de semana.
Marilene