quinta-feira, 29 de maio de 2014

POEMA MAR DA PRAIA DO PORTO SANTO






MAR DA PRAIA DA ILHA DO PORTO SANTO 

No arquipélago da Madeira tudo é espanto
Praias e calmo mar de encantar
Mar da Praia da Ilha do Porto Santo
Do Oceano outro patamar
Nova beleza; novo encanto
Senhora do Mar; mais desejo a vivenciar!
A ilha dourada, é aos deuses, cântico, canto!
Ilha de terreno arenoso, pobre, tem o sol para a salvar
Uma extensa praia tem como manto
O mundo turístico a vai agraciar
Tem assim a sua indústria, o seu alento,
No turismo, o seu adiamantar!
Mar da Praia da Ilha do Porto Santo.
Onde Cristóvão Colombo, se foi agigantar,
Descansando num arroubamento,
Ali foi, segundo registos, casar e por algum tempo morar,
A seu sogro do local descobrimento,
Afonso Gonçalves Zarco, honrar,
Vila Baleira é a Capital, do mirifico monumento
Senhora do Mar: onde Colombo, terá ido mercar,
Antes da aventura do Novo Mundo, mostrar o seu talento
Ao tempo não haveria, o campo para se treinar
O calmo Golfe, o desporto que ali é portento!
Muito mundo ali o vai jogar,
Mar da Praia da Ilha do Porto Santo!
Lhe dás vida; Senhora do Mar!
Mar da Praia da Ilha de Porto Santo! 

Daniel Costa

 



 

9 comentários:

Jose Torres disse...

No filme podemos ver o Ilhèu de Cima (a sudeste da ilha) onde apanhei o meu maior susto da minha vida (andava na caça submarina e vi um vulto enorme - para mim era um tubarão - que me fez voar, bem como aos meus parceiros, sobre a água, directos para o barquito. Não era o tal bicho..., seria talvez um mero, bem grande)
Belo poema a uma praia que tem tudo de bom (pena a pouca vontade dos portosantenses para trabalhar...

Bandys disse...

Ola Daniel,

Lindíssima praia. É cada uma mais bonita que a outra.
Essa é divina.

Não precisa comentar, basta sua presença la.

beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Belo poema sobre um mar que igualmente desconheço.
Gostei muito.
Beijos,
Renata

Tunin disse...

Essas casinhas ao pé do morro já são um romantismo só.
E eu fico apenas a admirar a beleza do teu poema com a grandeza do lugar.
Abração.

Marta Vinhais disse...

Uma viagem de encantar e calma...
Obrigada pela partilha...
Beijos e abraços
Marta

Anne Lieri disse...

Nossa, que praia mais linda! Adorei sua poesia, Daniel! Bjs e bom fim de semana,

São disse...

Nunca fui a Porto Santo e só estive uma vez na Madeira , onde gostaria de voltar ...mas onde não tenciono ir mais nenhuma vez por causa da maneira frigída e, por vezes,até mal educada com que nos receberam

O poema é bonito.

Bom resto de domingo

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Oi Daniel, lindo poema, como sempre descrevendo com o coração lugares que tu amas. Lindas fotos!!
Grata pela visita, volte sempre aquele cantinho é nosso.
Uma noite abençoada, e um inicio de semana na paz de Deus.
Lourdes Duarte
http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

Lucinha disse...

Daniel,

Lindas imagens que ficaram ainda mais encantadoras dentro desse belo poema.

Há poucos minutos estava lendo mais uma vez, o livro que me deu de presente. "Encontro de Poesia Luso-Brasileira. Ele é meu livro de cabeceira.

Muito bom estar de volta meu amigo. Senti muita saudade.

Uma linda semana! Beijos