A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 28 de julho de 2014

POEMA A AVE E A DONINHA

 



A AVE E A DONINHA           
Fiz chô, coisa minha!
Ao ver o precipitar da ave
A ave e doninha
Pareceu conclave
Pela única vez vi a vizinha
O seu poder hipnótico suave
À distância a promover a adivinha,
Acontecimento grave,
Para onde se precipitava a avezinha!
Dessa vez, voou sem entrave
Veloz como andorinha
Cena bucólica, sem trave,
A que presenciei, na idade rainha
Estava a suceder, da natureza, uma rave
Que daria lugar a exercício de patinha
Porém o efeito seria grave
 Mata-se para comer, não se olha à gracinha
De no céu se ver o esvoaçar da ave
Tanto mais que a doninha,
A meu ver, pareceria mais suave,
Hipnotizar, outros predadores, da sua linha
Quem terá visto na natureza, este milagre?
A ave a ser hipnotizada pela Doninha!
A ave e a doninha!

Daniel Costa
 

 

9 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Poema muito criativo. Gostei.
Beijos,
Renata

Ivone disse...

Amigo Daniel, gostei de ler, criativo com palavras rebuscadas!
Abraços e tenhas uma linda semana!

Anne Lieri disse...

Daniel,que bela homenagem! Ficou um show esse poema! bjs e boa semana,

Dorli disse...

Oi Daniel
Quem sou eu para falar da sua poesia.
Todas são lindas e o poema A ave a a doninha ficou lindo.
Abç
Lua Singular

Marta Vinhais disse...

Que ternura!
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

Eduardo Maria Nunes disse...

Entre a ave e doninha,
eu tomei a liberdade
de escolher aquele menina
dela eu quero amizade!

Caro amigo Daniel Costa,
com os meus pensamentos
de certeza não se importa
são de louvar os seus poemas!

Uma braço.

Vanuza Pantaleão disse...

Um poema ecológico, pois propõe que o predador seja também hipnotizado para que passe pelo mesmo terror que o lindo passarinho que só quer viver para fazer sua gracinha.
Muito legal, Daniel!
Valeu amigo!Bjsss

Atelier Lita Duarte disse...

Oi, Daniel.

Belo poema.

Bjs.

Graça Pires disse...

Um poema com imensa imaginação e humor. Gostei.
Abraço.