A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 22 de julho de 2014

POEMA TOM DE CRITÉRIOS


 
TOM DE CRITÉRIOS
Sem mistérios
Com ou sem harmonias
Tom de critérios
Intensões dúbias
Olhares sérios
Sempre com vénias
Invocações de presbitérios
Falas exímias
Espíritos adulatórios
Se necessário demagogias
Introitos introdutórios
Explanações sem fobias
Objetivos laudatórios
Ausência de anomalias?!
 Efeitos ilusórios
Consequências fugidias
Seguidas de despautérios
Quando chegam melhorias?
Crentes em critérios?
Más consequências milenárias
Tom de critérios
Os há já preparados para avarias!

Daniel Costa



 
 

10 comentários:

Marta Vinhais disse...

Haverá sempre mistérios e ilusões...
Dá voz à vida...Um certo mistério e ilusão...
Beijos e abraços
Marta

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Palavras escritas com o coração e alma de um poeta.
Obrigada Daniel,pela visita em meu blog e na minha página.
bjs
Carmen Lúcia.

Ana Bailune disse...

Belo!
Acho que a adulação sempre esconde uma segunda intenção, Daniel.
Boa tarde pra você.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Critérios são sempre necessários, desde que não preparados para avarias. Gostei do poema.
Beijos,
Renata

Ivone disse...

Amigo Daniel, sempre rebuscando algo novo para nos fazer pensar, belas colocações por aqui nesses versos criteriosos, pois é, com caráter intelectual, gostei muito de ler!
O poeta tem licença para criar!
Abraços apertados!

helia disse...

Lindos o Poema e o Vídeo !

Graça Pires disse...

Ilusões. Mistérios. E muita rima...
Abraço.

Vanuza Pantaleão disse...

Perfeito e bem cadenciado em suas rimas, lembra-me uma melodia. Agora, o tom azulado e lindo só poderia vir da nossa querida Severa Cabral. Beijinhos, amigo!

Bandys disse...

Os misterios fazem parte do nosso cotidiano.
È bom sempre acreditar que vai melhorar.
Bela foto da severa,
beijos

Bandys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.