A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

POEMA BATIDA DO CORAÇÃO



BATIDA DO CORAÇÃO  

Parecerá decoração,
Decoração parecerá
Batida de coração
O amor que se nos dá
Sofrimento de devoção
O sol passe para o lado de lá
Lento, com luz de ilusão
O astro que se vá,
Deixando bela sensação,
Foi o reluzente deus Rá
De certa civilização
Que acabou e já não há
Porém o sol ficou, como oração
 Sempre esteva cá
Como perfeita obra da criação
Brindando como que a dizer olá
Tendo o condão
De mostrar a todos o que será
Roda a terra, sem distinção
Todo o mundo o merecerá
Ainda que muitos não tenham pão
Roda como maná
Batida do coração,
Decoração parecerá
Nem todos o enxergar; saberão
Tem gente não entenderá!

Daniel Costa

 

13 comentários:

Anne Lieri disse...

Daniel,tão belo poema! Vc escolheu uma imagem maravilhosa tb,adorei! bjs e boa semana,

Vanuza Pantaleão disse...

Mas eu entendo as batidas da tua Poesia, Daniel. Ritmadas e bem elaboradas, como sempre.
Amigo, tu dizes que não entendes de cinema, mas como tens uma enorme modéstia, acho que com o conhecimento que deténs, conheces muito mais do que essa tua amiga e aprendiz.
Beijinhos mil no teu grande coração!!!

Olhos de mel disse...

Amigo querido; nem todo mundo consegue ouvir as batidas do nosso coração, nem entender sobre o amor. Mas ainda bem que existem pessoas sensíveis, como você, que fala tanto e tão bem do amor e desse coração que pulsa, na entrega do amar.
Boa semana! Beijos

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Poema lindo amigo Daniel,muitas vezes não controlamos as batidas do nosso coração.
bjs amigo
Carmen Lúcia.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Quanta sensibilidade neste poema e na escolha da imagem e do vídeo, Daniel.
Parabéns!
Beijo*

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz Terça-feira!
Que linda expressão, intenso amor declarado.
Beijinho em seu coração
Nicinha

Ivone disse...

Lindo poema, nosso coração segue o ritmo da vida, viver é tão bom, amei ler meu amigo sempre querido, quanto as rimas, nem preciso dizer, adorei como sempre!
A imagem então, deslumbrante!
Abraços apertados meu amigo sempre querido, Daniel(amo esse nome, minha filha se chama Daniela)!

Marta Vinhais disse...

E fala de amor...
Num poema lindo, sereno...
Beijos e abraços
Marta

Tunin disse...

Às vezes as batidas do nosso coração não são ouvidas.Um belo poema, meu amigo Grande escritor.
Abração.

Sherazade disse...

Amigo querido; o amor muitas vezes é sofrimento, mas não amar por medo de sofrer, acho que é um sofrimento maior.
O sol com sua imponência, aquece a alma, as relações e nos traz luz, calor e força para superar esses mesmos sofrimentos deixados pelo amor.
Um e outro fazem parte da vida e os dois nos completam.
Belíssima prosa poética, amigo!
Beijos

São disse...

Rá , que nunca nos abandone...e que o coração nunca deixe de bater acelerado face à beleza e ao bem.

Terno abraço, Daniel

Nanda Olliveh disse...

''Batida de coração
O amor que se nos dá
Sofrimento de devoção
O sol passe para o lado de lá''

Gostei do poema meu amigo poeta!

Beijos no coração!!!

MARILENE disse...

Um presente, Daniel, embora muitos nem o valorizem. Bate o coração quando nos emocionamos. Brilha o sol a nos aquecer a alma. Bjs.