A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

POEMA DIVINA ARTE DE IMPRIMISSÃO


 

DIVINA ARTE DE IMPRIMISSÃO

Futura e eterna, previsão,
Veio da Alemanha, de Mogúncia
Divina arte de imprimissão
Que no mundo, para sempre, terá influência
Caracteres móveis, a dar expressão
Johannes Gutenberg com eficiência,
Inventou como se fora missão
Resultou um novo mundo de clarividência
Então; as artes gráficas ficaram profissão
Olhai, mesmo no mundo moderno em evidência,
Eis o que resultou do gesto do alemão,
Da variada convergência
Depois dos caracteres, a readmissão
 A necessidade de muitas cópias providência,
Foi o princípio, depois a eterna sucessão
Para sempre, se criou a pendência
Para melhor afirmar… A ilustração
No caminho, infinita saliência,
Passando pela televisão,
Temos agora a Internet, por excelência
Tudo se baseia, saiba então:
- Tudo partiu de Gutenberg, da sua eloquência,
Da sua, divina arte de imprimissão!

Daniel Costa
 

9 comentários:

Dorli disse...

Daniel,
Estou doente e sem querer excluí o seu comentário.
Fiz uma complicada cirurgia que está difícil...
Você faz outro comentário pra mim?
Beijos
Dorli

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Daniel! Passando para matar as saudades e apreciar mais um dos teus belos poemas. Rrealmente, o pontapé inicial foi dele.

Estou voltando com a esperança de poder continuar contando com a tua valosa amizade.

Abraços,

Furtado.

São disse...

Bela e merecida homenagem, Daniel !


Bom serão :)

Dorli disse...

Oi Daniel
Bem lembrada a homenagem a Gutenberg, o inventor gráfico alemão.
Quanta inteligência....
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Boa noite, Daniel
bela e justa homenagem/poema à Johannes Gutenberg ...verdade, e a célebre Bíblia impressa, primeira obra , em diversas cópias, por Johannes Gutenberg foi o pontapé inicial de um momento de transição da história humana , para a propagação do «conhecimento para todos», passando como "dito", no poema, pela televisão e agora a Internet...
Agradeço pela visita, belos dias, abraços!

Nanda Olliveh disse...

Olá amigo Daniel, quero agradecer pelo carinho de suas visitas, apesar das minhas faltas contigo.

Vir aqui em seu espaço sempre me enriquece... Terás para sempre minha admiração!

Beijos no coração!

Lucinha disse...

Daniel,

Como eu admiro seu dom.
Inspiração não vem só do coração, mas de uma pessoa como Gutenberg que, fez a diferença.
Linda homenagem em forma de poema.
Abraços

Marta Vinhais disse...

Interessante como sempre....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Mariazita disse...

Meu querido Daniel
Começo por agradecer a tua presença na "festa de aniversário" da minha «CASA», agradecimento este que já devia ter sido feito... mas não tive hipótese de vir mais cedo. Obrigada!
Comoveu-me um pouco falares da Ana Diniz, e da confiança que tinha em nós ambos. Acreditas que tenho saudades dela? Mas perdi-lhe o rumo por completo. Ainda trocámos emails por bastante tempo... mas depois desapareceu!

Achei muito interessante esta tua homenagem a Gutenberg, escrita com a facilidade que te é habitual.

Desculpa se agora venho pouco... mas sabes que é por uma boa causa :)

Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS